VILA VERDE –

VILA VERDE – -

Joaquim Martins lamenta «ataque político baixo»

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O presidente da Junta da União de Freguesias de Valbom São Pedro, Passô e Valbom São Martinho, Joaquim Martins, emitiu esta quarta-feira um comunicado em que diz estar a ser vítima de um «ataque político baixo», tendo em conta os negócios feitos entre a sua empresa e a Câmara de Vila Verde.

«A Joaquim Gomes Martins Unipessoal Ldª infelizmente conhece bem os propósitos do ataque político baixo que está a ser alvo na praça pública. O objetivo é claro, denegrir infundadamente o bom desempenho do presidente da Junta de Freguesia que tem realizado em prol das populações de Valbom S. Pedro, Passô e Valbom S. Martinho», refere, num esclarecimento público.

PUBLICIDADE

De acordo com um documento oficial do Município de Vila Verde, remetido à nossa redacção pelo autarca Joaquim Martins, a empresa “Joaquim Gomes Martins” facturou, nos últimos quatro anos, 131.250,91€ à Câmara. «Uma verba muitíssimo abaixo do que foi falsamente divulgado, superior a 1,2 milhões de euros», diz.

Leia o esclarecimento na íntegra.

«Na sequência das notícias publicadas em órgãos de comunicação local e replicadas amplamente nas redes sociais que refletem falta de rigor e verdade jornalística impõe-se um esclarecimento que traduza de forma clara a realidade, de forma a preservar o bom nome da empresa Joaquim Gomes Martins Unipessoal Ldª e das pessoas a ela associadas.

De facto, foram veiculadas notícias que dão conta de um volume de negócios entre a empresa Joaquim Gomes Martins Unipessoal. Ldª e o Município de Vila Verde, que por serem falsas e procurarem de forma deliberada atingir o bom nome das partes envolvidas carecem de ser esclarecidas:

Contrariamente ao que é referido esclarece-se, para que não restem dúvidas, que a empresa Joaquim Gomes Martins Unipessoal Ldª, nos últimos 4 anos, efetuou trabalhos para o Município de Vila Verde, no valor, com IVA incluído, de (ver declaração do Município de Vila Verde em anexo):

2015- 36.261,63€

2016- 32.797,95€

2017- 36.038,41€

2018- 26.152,92€

Uma verba muitíssimo abaixo do que foi falsamente divulgado, superior a 1,2 milhões de euros.

A Joaquim Gomes Martins Unipessoal Ldª infelizmente conhece bem os propósitos do ataque político baixo que está a ser alvo na praça pública. O objetivo é claro, denegrir infundadamente o bom desempenho do presidente da Junta de Freguesia que tem realizado em prol das populações de Valbom S. Pedro, Passô e Valbom S. Martinho.

Aos órgãos de comunicação social exige-se que pautem a sua atuação com total isenção e rigor das notícias, procurando precisão na informação, o que propositadamente não aconteceu. Mais uma vez este órgão de comunicação social, ao deturpar os factos prestou um mau serviço, denegriu a imagem de empresas e pessoas, e deixou mal os verdadeiros profissionais do jornalismo.

Vila Verde, 17 de outubro de 2018».

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.