EUROPA –

EUROPA – -

José Manuel Fernandes defende que multiculturalidade torna UE mais forte

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O eurodeputado José Manuel Fernandes participou, esta sexta-feira, numa sessão do projecto do Erasmus +, na Escola Secundária de Vila Verde, onde chamou a atenção dos jovens para a importância da valorização das diferenças entre povos e culturas como fator de fortalecimento da União Europeia.

«É esta complementaridade que nos torna mais fortes», sublinhou o eurodeputado, numa sessão em Vila Verde integrada num projecto de intercâmbio bilingue ao abrigo do programa Erasmus+ e que envolve alunos da Escola Secundária local e da escola espanhola IES El Pomar de Jerez de los Caballeros, Badajoz.

PUBLICIDADE

Num ambiente descontraído e de partilha de experiências, José Manuel Fernandes sustentou a ideia com uma analogia ao futebol: «Uma equipa construída só com “Cristianos Ronaldos” não resultaria, porque certamente não é bom a guarda-redes e noutras posições do jogo».

«O multiculturalismo é uma mais valia da União Europeia. Gentes, culturas, ambientes, recursos e forças diferentes tornam-nos mais fortes», frisou o eurodeputado, numa sessão em que foi surpreendido pelas canções interpretadas pela jovem espanhola Sílvia.

Em resposta às questões apresentadas pelos jovens portugueses e espanhóis, José Manuel Fernandes explicou o funcionamento das instituições europeias e o papel da UE na promoção de valores, como a liberdade e democracia, a dignidade humana, os direitos sociais e ambientais, a par da paz e progresso económico e social.

Em defesa do papel da UE como actor e líder mundial, o eurodeputado e coordenador do PPE na comissão dos orçamentos alertou para os riscos dos movimentos populistas e do posicionamento político dos partidos extremistas de esquerda e de direita, que «votam quase sempre juntos, com exceção nos assuntos de migrações e xenofobia».

«Costuma-se dizer que os extremos tocam-se, mas neste caso é mais que isso: aliam-se», sintetizou, vincando uma mensagem de esperança e confiança num futuro com gerações mais capacitadas para compreenderem melhor a informação e o mundo.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS