POLÍTICA – José Manuel Fernandes em Vila Verde: “Lutar por uma União Europeia cada vez melhor”

POLÍTICA –
José Manuel Fernandes em Vila Verde: “Lutar por uma União Europeia cada vez melhor”

O Eurodeputado José Manuel Fernandes aponta a União Europeia como “o melhor modelo de progresso social e humanista do mundo”. Mas salienta que “isso não pode acomodar os líderes das instituições e organizações”, preferindo “uma postura ambiciosa e de contribuição para uma União Europeia cada vez melhor, em favor da qualidade de vida dos cidadãos”.

Numa sessão pública sobre “Europa – Pela Nossa Terra” que juntou na noite de sexta-feira centenas de apoiantes em Vila Verde, José Manuel Fernandes deixou o repto para que a campanha para as eleições europeias de 26 de maio sirvam para informar e valorizar “as conquistas conseguidas pela União Europeia”, a par das “propostas concretas para consolidar e reforçar o melhor modelo de progresso social e humanista do mundo”.

Em favor de uma campanha positiva, esclarecedora e motivadora dos cidadãos, o Eurodeputado e candidato do PSD defendeu que é importante “ajudar a que os cidadãos percecionem a Europa dos valores, coesa, solidária, competitiva e inclusiva”.

PUBLICIDADE

“Na União Europeia vivemos em Paz, liberdade, temos o melhor Estado Social do planeta. Mas queremos mais igualdade, mais coesão, ambicionamos por uma melhor Europa, mais solidária, sustentável e segura.  Todos os dias, no Parlamento Europeu, com os colegas do PSD, contribuímos para isso. E vamos lutar por uma UE sempre melhor. Por isso, apresentamos um conjunto de propostas na área social, da investigação, da economia, da juventude, de apoio aos mais vulneráveis, da agricultura, de defesa do ambiente e da floresta”, afirmou.

UE: O MELHOR MODELO

José Manuel Fernandes disse que “até os mais críticos reconhecem” a UE como o melhor modelo social do planeta, “apesar de dizerem sempre mal e votarem contra  propostas que melhoram a qualidade de vida das populações e reforçam a coesão das regiões”.

“Temos de valorizar as conquistas da União Europeia e nunca as dar como definitivamente adquiridas”, especificou, realçando que “a UE significa Paz, democracia, liberdade, Estado de direito, solidariedade, sustentabilidade e segurança”.

Num desafio para combater a abstenção eleitoral – e logo quando está em causa a votação para a única instituição europeia eleita diretamente pelos cidadãos -, o Eurodeputado e ex-autarca minhoto defendeu que as propostas a apresentar pelas diferentes forças políticas sejam “concretas e executáveis”.

Como exemplo, José Manuel Fernandes apontou compromissos claros e objetivos apresentados pela lista do PSD liderada por Paulo Rangel, como “um plano europeu para combate ao cancro, uma estratégia europeia para a natalidade, um plano europeu para defesa das florestas, a criação de uma verdadeira força de proteção civil”.

“Os compromissos têm de ser claros e assumidos. Só assim geramos confiança, de forma a estimular e reforçar a participação dos eleitores”, afirmou José Manuel Fernandes, numa sessão onde sobressaíram testemunhos de apoio e incentivo a prosseguir o exercício do mandato de deputado no Parlamento Europeu com “forte ligação ao território, às instituições e às pessoas”.

“Continuarei a dar o máximo, sempre, pela nossa terra. Tenho provas dadas. Sabem que podem contar comigo. É a minha forma de estar na vida e em todos os cargos e missões que os eleitores decidam confiar-me”, assumiu o Eurodeputado do PSD.