VILA VERDE

VILA VERDE -

Jovem vilaverdense com apendicite aguda esperou sete horas para ser visto no Hospital de Braga

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Um jovem de 19 anos, de Oleiros, Vila Verde, que tinha uma apendicite aguda, esteve sete horas seguidas na Urgência do Hospital de Braga à espera de ser atendido.

Dado que estava com dores muito fortes e nem sequer tinha sido atendido por um médico, a mãe foi buscá-lo e levou-o a um hospital privado da cidade, onde foi operado, de imediato. Fê-lo, porque uma apendicite por ser perigosa, pondo em risco a própria vida de um paciente.

PUBLICIDADE

Em declarações ao jornal “O Vilaverdense”, a progenitora, Ilda Fernandes disse que apresentou, através de uma filha, irmã do doente, e logo a seguir, uma reclamação ao Ministério da Saúde.

«Não estamos contra os médicos, porque estes nem sequer viram o meu filho. Estamos contra o sistema de triagem, que não funciona», disse, salientando que o jovem chegou ao Hospital pelas 14h00 e esperou até às 21h00 sem ser atendido por um médico.

A essa hora, e vendo que o filho já tinha dificuldade em andar e manter-se de pé devido às dores, a mãe foi buscá-lo e dirigiu-se ao Hospital do Grupo Trofa Saúde, o Braga-Sul, onde foi visto e, logo de seguida, enviado para o Bloco Operatório.

A intervenção cirúrgica custou, no entanto, cerca de 3.200 euros à família. «Tive de gastar o dinheiro, estava em causa a saúde do meu filho», sublinhou.

“O Vilaverdense” contactou o Hospital de Braga, mas não conseguiu obter uma reacção.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.