AUTÁRQUICAS

AUTÁRQUICAS -

Júlia Fernandes (PSD): «A primeira medida a implementar será um incentivo à natalidade»

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Vereadora desde 2009, Júlia Fernandes encabeça a lista do PSD à Câmara de Vila Verde, procurando suceder a António Vilela e dar a sétima vitória consecutiva ao partido nas disputas autárquicas no concelho. «A candidatura assenta em dois pilares fundamentais: o desenvolvimento económico, empresas e emprego, e o pilar social, em que as pessoas estão sempre no centro da nossa acção», refere.

Em síntese, de forma resumida, quais são as principais prioridades da candidatura?
A candidatura assenta em dois pilares fundamentais: o desenvolvimento económico, empresas e emprego, e o pilar social, em que as pessoas estão sempre no centro da nossa acção. Só há desenvolvimento económico se, em simultâneo, existir inclusão e coesão social.

PUBLICIDADE

Vamos impulsionar a economia local, com o foco na inovação e no aproveitamento das mais-valias locais. Queremos incrementar o emprego, no sentido de fixar os jovens nas suas Freguesias de origem e, assim, suscitar dinâmicas favoráveis a um crescimento demográfico mais harmonioso em todo o território. Este desenvolvimento económico assenta na condição da preservação da natureza e na sustentabilidade ambiental.

Absolutamente estratégico é, simultaneamente, criar condições para o aumento da coesão social. Para a construção de um Concelho em que a inclusão, a equidade e a justiça social possam emergir como características dominantes, sempre colocando as pessoas e o seu bem-estar em primeiro lugar.

O que é mesmo imprescindível fazer em Vila Verde no próximo mandato?
São urgentes e imprescindíveis a construção da variante de ligação do Parque Industrial de Oleiros à Vila de Prado, a criação do Eixo Norte-Sul (entre Soutelo e o Parque Industrial de Gême) e o reforço dos esforços para a construção da Variante à EN 101 (variante a Vila Verde). Vamos melhorar a mobilidade e a rede viária no Concelho. Há ainda investimentos a manter: reforço das infra-estruturas de captação, tratamento e distribuição de água; ampliação da rede de saneamento básico; melhoria da recolha de resíduos sólidos urbanos, designadamente nos meses de Verão; e alargamento da cobertura de fibra óptica a todo o Concelho.

Se for eleita, qual será a primeira medida a tomar?
A primeira medida será uma acção de incentivo à natalidade. Vamos atribuir um “Brinde Bebé” a todas as crianças vilaverdenses recém-nascidas, que consistirá em produtos específicos para bebés, adquiridos nas farmácias locais. Além disso, começaremos, de imediato, a dar cumprimento ao programa e às prioridades que delineamos para valorizar o nosso território e garantir sempre a melhor qualidade de vida no nosso Concelho.

Por que devem os vilaverdenses votar em si?
Os vilaverdenses conhecem-me. Sabem que não apareço de quatro em quatro anos. Sabem que podem contar comigo sempre para dar o máximo pelo nosso Concelho e pelas pessoas. É minha vontade e determinação, e entendo que é também meu dever, colocar ao serviço do Concelho e de todos os vilaverdenses a minha experiência, os conhecimentos e as competências enriquecidas no meu trajecto profissional e político, como professora, dirigente associativa e autarca. Por isso, o meu slogan é “Confiança e Experiência”. Os vilaverdenses sabem que podem confiar em mim e sabem que tenho a experiência necessária para continuar a garantir o desenvolvimento harmonioso de Vila Verde e a qualidade de vida que todos os vilaverdenses anseiam e merecem.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS