Mais Portugal, Melhor Europa

Mais Portugal, Melhor Europa

Sei que me estou a repetir, mas tenho de voltar a sublinhar  a importância destas eleições europeias pois, no próximo mês, já será conhecido o seu resultado.

O destino de Portugal e da Europa está nas nossas mãos, na mão de cada um de nós!

Eu não tenho dúvidas que a melhor escolha será a do PSD, pois concordo com o Presidente do Partido, Rui Rio que, no recente dia 30 de abril, em Braga, defendeu que o voto no PSD é um “voto de defesa da Europa”, com um “projeto de paz” razão da criação da União Europeia. O PSD garante estas condições por ser, desde a sua formação, um “partido moderado”, que combate “qualquer espécie de populismo e de nacionalismo”. “É o partido do equilíbrio!”

PUBLICIDADE

O PSD escolheu a cidade de Braga para apresentar, em véspera do 1º de maio, o seu manifesto eleitoral “Mais Portugal, Melhor Europa”. Este documento revela ainda como lema, “Inspirar a Europa: Uma Europa Solidária, Sustentável e Segura”. Este acontecimento mobilizou centenas de militantes e foi seguido  do jantar dos Trabalhadores Social Democratas, em véspera do “Dia do Trabalhador”, com igual mobilização. E tal como foi sublinhado, em várias intervenções, os trabalhadores não são exclusividade de um único partido e tendo em conta que o PSD é o maior partido português, é no PSD que encontramos a maior percentagem de trabalhadores. E é do trabalho que se faz a riqueza de um país.

O Manifesto Eleitoral, no seu 1º ponto – “As eleições europeias são decisivas: marcam a diferença!” diz que: “Estas são as mais importantes eleições europeias da nossa história democrática europeia e nacional. Não podemos ficar indiferentes. Olhando para a situação da Europa (arrefecimento económico, Brexit, migrações, populismos, nacionalismos), olhando para a situação do mundo (alterações climáticas, evolução demográfica, mudanças na China e nos Estados Unidos, globalização, revolução digital); olhando sempre para a atual situação nacional (degradação acentuada dos serviços públicos, cortes nos fundos, investimento público baixíssimo, maior carga fiscal de sempre), não podemos mesmo ficar indiferentes. Há riscos, impasses e ameaças; mas há oportunidades, propostas e soluções. O PSD e a sua família política europeia, o PPE, estão do lado das oportunidades, das propostas, das soluções.”

Rui Rio e Paulo Rangel na sua apresentação revelaram um manifesto eleitoral que defende uma Europa solidária, sustentável e segura. O PSD tem uma visão para a União Europeia que passa por fortalecer a coesão social, económica e territorial, rejeitando quaisquer cortes nos fundos de coesão para o nosso País. O manifesto, ao longo de 20 páginas, riquíssimas de conteúdo, propõe uma Europa que é capaz de ser líder global nas áreas da inovação, da ciência, das alterações climáticas e de desafios comuns como a luta contra o cancro.

Por favor, informem-se. Leiam o documento e conheçam melhor o perfil dos candidatos do PSD. Visitem o site do partido e as redes sociais. Comuniquem com o partido via WhatsApp  e poderão acompanhar toda a atividade partidária. Encontram toda a informação em www.psd.pt.

As decisões conscientes pressupõem a leitura das fontes originais e não só a opinião formulada por jornalistas ou comentadores.

Não deixe de fazer a sua escolha esclarecida, no próximo dia 26 de maio, votando!

Subscrição ao jornal - Papel
 
NIB: XXXX XXXX XXXXXXXXXXX XX
IBAN: XXXX XXXX XXXX XXXXXXXXXXX XX
SWIFT/BIC: XXXXXXXX

close-link