Mais Portugal, Melhor Europa

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Sei que me estou a repetir, mas tenho de voltar a sublinhar  a importância destas eleições europeias pois, no próximo mês, já será conhecido o seu resultado.

O destino de Portugal e da Europa está nas nossas mãos, na mão de cada um de nós!

Eu não tenho dúvidas que a melhor escolha será a do PSD, pois concordo com o Presidente do Partido, Rui Rio que, no recente dia 30 de abril, em Braga, defendeu que o voto no PSD é um “voto de defesa da Europa”, com um “projeto de paz” razão da criação da União Europeia. O PSD garante estas condições por ser, desde a sua formação, um “partido moderado”, que combate “qualquer espécie de populismo e de nacionalismo”. “É o partido do equilíbrio!”

PUBLICIDADE

O PSD escolheu a cidade de Braga para apresentar, em véspera do 1º de maio, o seu manifesto eleitoral “Mais Portugal, Melhor Europa”. Este documento revela ainda como lema, “Inspirar a Europa: Uma Europa Solidária, Sustentável e Segura”. Este acontecimento mobilizou centenas de militantes e foi seguido  do jantar dos Trabalhadores Social Democratas, em véspera do “Dia do Trabalhador”, com igual mobilização. E tal como foi sublinhado, em várias intervenções, os trabalhadores não são exclusividade de um único partido e tendo em conta que o PSD é o maior partido português, é no PSD que encontramos a maior percentagem de trabalhadores. E é do trabalho que se faz a riqueza de um país.

O Manifesto Eleitoral, no seu 1º ponto – “As eleições europeias são decisivas: marcam a diferença!” diz que: “Estas são as mais importantes eleições europeias da nossa história democrática europeia e nacional. Não podemos ficar indiferentes. Olhando para a situação da Europa (arrefecimento económico, Brexit, migrações, populismos, nacionalismos), olhando para a situação do mundo (alterações climáticas, evolução demográfica, mudanças na China e nos Estados Unidos, globalização, revolução digital); olhando sempre para a atual situação nacional (degradação acentuada dos serviços públicos, cortes nos fundos, investimento público baixíssimo, maior carga fiscal de sempre), não podemos mesmo ficar indiferentes. Há riscos, impasses e ameaças; mas há oportunidades, propostas e soluções. O PSD e a sua família política europeia, o PPE, estão do lado das oportunidades, das propostas, das soluções.”

Rui Rio e Paulo Rangel na sua apresentação revelaram um manifesto eleitoral que defende uma Europa solidária, sustentável e segura. O PSD tem uma visão para a União Europeia que passa por fortalecer a coesão social, económica e territorial, rejeitando quaisquer cortes nos fundos de coesão para o nosso País. O manifesto, ao longo de 20 páginas, riquíssimas de conteúdo, propõe uma Europa que é capaz de ser líder global nas áreas da inovação, da ciência, das alterações climáticas e de desafios comuns como a luta contra o cancro.

Por favor, informem-se. Leiam o documento e conheçam melhor o perfil dos candidatos do PSD. Visitem o site do partido e as redes sociais. Comuniquem com o partido via WhatsApp  e poderão acompanhar toda a atividade partidária. Encontram toda a informação em www.psd.pt.

As decisões conscientes pressupõem a leitura das fontes originais e não só a opinião formulada por jornalistas ou comentadores.

Não deixe de fazer a sua escolha esclarecida, no próximo dia 26 de maio, votando!

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.