INTERNACIONAL

INTERNACIONAL -

Máximo de 30 km/h na maioria das cidades espanholas

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Está em vigor desde esta terça-feira em Espanha um novo limite de velocidade para a esmagadora maioria dos trajectos urbanos, com a entrada em vigor da lei que reduz de 50 para 30 km/h a velocidade máxima permitida em cerca de 70% das artérias espanholas. As coimas podem chegar a 600 euros e a perda de seis pontos na carta.

A medida tem como objectivo principal a diminuição drástica das mortes por atropelamento, como explicou à comunicação social o ministro da Administração Interna de Espanha, Fernando Grande Marlaska: “A 50 km/h em 80 a 90% dos casos a pessoa atropelada morre, enquanto à velocidade de 30km/h essa percentagem diminui substancialmente para 10%”, afirmou.

A limitação da circulação automóvel a 30 km/h naquele país afecta quase todas as ruas de sentido único e também estradas com uma só via de circulação para cada sentido. Qualquer estrada com duas vias de circulação, em que uma seja destinada aos transportes públicos também vê a velocidade máxima reduzir.

PUBLICIDADE

As coimas para quem infringir a nova regra de trânsito variam de acordo com a velocidade registada no radar: um condutor a circular acima dos 30 km/h e até aos 50 km/h arrisca 100 euros de multa. Entre os 51 e os 81 km/h, a multa pode chegar a 300 euros, com a subtracção de 2 pontos na carta de condução. Alguém apanhado a mais de 81 km/h numa zona de 30 km/h paga 600 euros de multa e perde 6 pontos na carta.

SANÇÕES

Lista completa das sanções previstas nas zonas limitadas a 30 km/h:

Entre 31 e 50 km/h: Grave (100 euros)

Entre 51 e 60 km/h: Grave (300 euros e 2 pontos)

Entre 61 e 70 km/h: Grave (400 euros e 4 pontos)

Entre 71 e 80 km/h: Grave (500 euros e 6 pontos)

A partir de 81 km/h: Muito grave (600 euros e 6 pontos)

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.