VILA VERDE –

VILA VERDE – -

Morais quer pedido de desculpas da Câmara aos vilaverdenses por causa de «aumentos significativos» na factura da água

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O vereador do PS José Morais entende que o executivo liderado por António Vilela «deve fazer um pedido público de desculpas aos vilaverdenses por lhes terem escondido a verdade e os ter tentado enganar, uma vez mais, com informação incorrecta», a propósito dos novos tarifários de água, saneamento e recolha de lixo.

Em comunicado, divulgado esta segunda-feira, Morais refere que começam a chegar a casa dos vilaverdenses as primeiras facturas deste ano «e confirma-se um aumento assinalável no valor a pagar».

PUBLICIDADE

A actualização dos tarifários foi aprovada em Novembro passado, com os votos favoráveis do executivo PSD e desfavoráveis dos eleitos do PS.

Se para a maioria PSD, o novo tarifário «contempla um desagravamento das tarifas praticadas nos primeiros escalões, quer no que respeita ao preço da água, quer no preço do saneamento», além de manter «a preocupação adicional para com os consumidores economicamente mais fragilizados», na perspectiva do PS prevê um «aumento brutal» dos serviços.

Agora que começam a chegar as facturas, segundo José Morais, «fica claro que existe hoje um aumento efectivo dos custos destes serviços», sendo que «em alguns casos estes aumentos são muito significativos». «Hoje a única coisa que conseguimos constatar ao olhar para uma factura de 2018 e outra de 2019 é que há um aumento efectivo superior a 16%», refere.

«Hoje, em reunião, confrontamos o presidente de câmara com os factos. Percebemos o seu incómodo já que agora não é mais possível dizer que há um “desagravamento”, bem pelo contrário o que há é mesmo um agravamento significativo da factura a pagar pelos cidadãos. Infelizmente para a população constata-se que os aumentos são uma realidade e que afinal a razão estava do lado do PS», acrescenta.

Por isso, o vereador socialista conclui que  «a razão estava do lado dos vereadores do  S quando há uns meses alertaram para o facto de que o custo da factura da água, saneamento e recolha de lixo iria aumentar significativamente em 2019» e que «a Câmara não falou verdade, quando na altura disse que os custos iriam ser “desagravados” em 2019».

«A Câmara enganou os vilaverdenses e tentou intoxicar na altura a opinião pública contra os vereadores do PS», conclui. E diz que, por isso, deve pedir desculpa, não só aos eleitos socialistas, mas a toda a população.

VILELA FALA EM «REALIDADES DIFERENTES»

Segundo António Vilela, as duas facturas comparadas pelos socialistas reportam-se a «realidades diferentes» e não são comparáveis, sendo dois documentos que mostram «duas formas diferentes de facturar o mesmo serviço, quer no que se refere a consumos, quer no que se refere a períodos de tempo facturados».

Segundo o autarca, «o documento apresentado está incompleto», pelo que não é possível fazer «comparações que possam dar origem a conclusões evidentes».

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS