MUNDO (Tesouro)

MUNDO (Tesouro) -

Mulher sai para passear e regressa a casa com tesouro de mais de 2 mil moedas medievais

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

De acordo com a Executive Digest tudo se passo assim: uma mulher que caminhava na região de Kutná Hora, a cerca de 60 quilómetros a leste de Praga, descobriu mais de 2.000 moedas de prata medievais, considerado pelos especialistas como uma das maiores descobertas da última década.

As moedas foram encontradas enterradas num jarro de cerâmica, do qual apenas o fundo sobreviveu às aragens, conforme comunicado pelo Instituto de Arqueologia da Academia de Ciências da República Checa. Estas moedas são denários medievais, versões medievais do denário, a moeda padrão de prata cunhada durante o Império Romano.

Lenka Mazačová, diretora do Museu Checo da Prata em Kutná Hora, explicou que as moedas foram provavelmente cunhadas numa casa da moeda em Praga, a partir de prata importada para a região, então conhecida como Boémia.

Os arqueólogos acreditam que as moedas podem ter sido escondidas durante um período de crise. “O tesouro foi provavelmente enterrado no primeiro quarto do século XII, durante um período de instabilidade política interna”, afirmou Filip Velímský, arqueólogo do Instituto de Arqueologia. “Naquela época, havia disputas no país entre membros da dinastia Přemyslid pelo trono principesco em Praga.”

O tesouro recém-descoberto consiste em mais de 2.150 moedas de prata cunhadas durante os reinados de três governantes da dinastia Přemyslid: o Rei Vratislav II, que governou a Boémia de 1085 até sua morte em 1092; seu filho, o Príncipe Břetislav II, que o sucedeu e governou até sua morte em 1100; e o Príncipe Bořivoj II, que sucedeu seu meio-irmão Břetislav e governou até 1120.

Os especialistas não podem determinar com exactidão o valor do tesouro na época em que foi escondido, provavelmente enterrado, mas concordam que deve ter sido uma quantia vasta, inacessível para uma pessoa comum, podendo ser comparada a ganhar um milhão no jackpot.

Os especialistas não descartam a possibilidade de que as moedas fossem destinadas ao pagamento de salários de soldados ou fossem despojos de guerra.

As moedas agora serão examinadas no Museu Checo da Prata em Kutná Hora, que foi o local de várias minas de prata antigas e um centro de produção de prata nos tempos medievais, esperando que possam exibidas em 2025.

A análise e exibição futura das moedas prometem revelar mais detalhes sobre a vida e a economia durante o período medieval na Boémia.

ovilaverdense@gmail.com

 

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
3€ / mês

* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 36€ / ano.