EDIÇÃO IMPRESSA – Na oficina do mestre António todos contam e talento não falta

EDIÇÃO IMPRESSA –
Na oficina do mestre António todos contam e talento não falta

É na Oficina de Bordados e Tecelagem que o encontrámos, acompanhado pelos colegas habituais. No meio dos tecidos, das tesouras e dos desenhos. É ali, aliás, que António melhor se sente: onde abre horizontes à imaginação, passa a criatividade para os dedos e pode enfim sentir-se um artista. O terceiro prémio no concurso nacional de obras de expressão plástica de pessoas com deficiência intelectual deu-lhe esse estatuto.

Mais desenvolvimentos na edição impressa deste mês

PUBLICIDADE