BRAGA

BRAGA -

Nó de Infias está a ser alvo de intervenções «cirúrgicas de melhoria»

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Está já a decorrer a primeira fase das obras de requalificação do Nó de Infias. Embora a intervenção de fundo esteja «perspectivada para 2021», foram iniciadas intervenções cirúrgicas para «minorar, a curto prazo, os impactos dos fluxos de tráfego registados no local». Prevê-se que as intervenções, efectuadas em articulação entre a Infraestruturas de Portugal, o Município e a Junta de Freguesia de S. Vicente, estejam «concluídas no final deste mês», refere o Município em nota enviada.

Com vista a «mitigar os problemas de congestionamento de tráfego automóvel e pedonal», promoveu-se, de imediato, a implementação de medidas de melhoria para o tráfego de saída da cidade, acrescentando mais uma via desde o entroncamento da EN 101 com a Rua Américo Rodrigues Barbosa e o Nó de Infias». 

«Para o “modo” pedonal, dotou-se o troço entre a rotunda de Infias e o Nó de Infias com um passeio do lado Nascente, garantindo a ligação de forma mais directa da Rua Américo Rodrigues Barbosa à paragem de autocarro existente na EN101 e à Rotunda de Infias», explicam.

PUBLICIDADE

Neste âmbito, também o triângulo existente no início da rua Américo Rodrigues Barbosa será «reformulado» por forma a «articular-se correctamente com a travessia pedonal». A intervenção contempla, igualmente, a «relocalização da travessia pedonal ligeiramente para Sul, tornando-a mais segura e ligando o novo passeio à Urbanização da Quinta da Fonte e, por extensão, à restante infraestrutura pedonal da cidade».

REDESENHADAS AS VIAS DE TRÂNSITO PRA QUE PASSEM A TER FUNÇÕES DIFERENTES

Em simultâneo, na “rotunda” que se desenvolve nos dois viadutos que atravessam a Circular Urbana, serão redesenhadas as vias de trânsito para que passem a ter funções diferentes. Actualmente, as duas vias podem ser utilizadas pelos veículos que pretendam continuar no nó. Após a intervenção, a via da direita passa a destinar-se apenas a quem pretende abandonar o nó em direcção ao Centro da Cidade e apenas a via da esquerda permite continuar e alcançar a saída do Nó para Nascente. Assim, esta medida contribui para o objectivo de escoar o trânsito que provém do centro da cidade.

Além disso, será encerrado o acesso a partir do Nó de Infias à Rua António Marinho, o que impede que esta rua deixe de servir como alternativa à Rotunda de Infias, assegurando a sua função local de interior de quarteirão, em detrimento da função de atravessamento que tem assumido.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS