LEGISLATIVAS

LEGISLATIVAS -

Novo deputado da Europa do Chega é de Viana, foi imigrante ilegal em França e expulso duas vezes por não cumprir a lei

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

José Dias Fernandes, recém-eleito deputado do Chega pelo círculo da Europa, foi durante anos imigrante ilegal em França, tendo mesmo sido expulso duas vezes até conseguir obter a residência legal.

De acordo com o jornal Público, o partido de André Ventura tem uma das suas bandeiras a emigração e defende que os imigrantes ilegais devem ser expulsos e impedidos de regressar.

Em entrevista a um jornal franco-lusófono, José Dias Fernandes defendeu os que, como ele, procuraram melhores condições de vida noutro país, mesmo que de forma ilegal.

“Fui expulso duas vezes de França. É verdade”, reconheceu à publicação LusoJornal. “Tentei Andorra e voltei para França e fui expulso novamente. Voltei em 1978, outra vez”, contou. “Quando passou a François Mitterrand, tive ocasião de fazer os papéis [de legalização]”, disse.

O agora deputado salientou ainda ter ajudado “centenas” de imigrantes ilegais portugueses em França, criando “dezenas de empresas”. “Só se faziam papéis em França para a atribuição de residência legal a quem fosse empresário. Como eu decidia quem ia trabalhar como subempreiteiro, ajudei muito português a criar a sua empresa e a dar trabalhar. Sei as dificuldades do imigrante comum”, relatou, na entrevista.

Recorde-se que o Chega propôs-se criminalizar todos os imigrantes com residência ilegal em Portugal e impedir a permanência de imigrantes ilegais, “assegurando que quem for encontrado nessas circunstâncias fica impedido de regressar a Portugal e de legalizar a sua situação nos cinco anos seguintes”.

 

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
3€ / mês

* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 36€ / ano.