OPINIÃO

OPINIÃO -

O meu testemunho. O Seminário é uma excelente escola de formação

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Desde tenra idade que, motivado pelo meu saudoso tio e padrinho, Padre Salvador Araújo de Sousa, e também pelos meus pais e outros familiares, ingressei no Seminário de Nossa Senhora da Conceição juntamente com mais 120 colegas, no ano letivo de 1966/67, que, com certeza, foram guiados também por uma luz inspiradora para que fôssemos beber de uma fonte de água que nos saciou e deu vida ao nosso caminhar futuro.

O falecido Cónego Oliveira Fernandes, um grande pedagogo em todas as vertentes da nossa formação, escreveu, no livro/calendário de 1966/67, na introdução respeitante à secção do Seminário Menor, quando se referia à inter-relação entre formadores e alunos, que «os superiores não só vivem com eles (alunos), mas que, e isto é fundamental, vivem para eles e a eles se entregam numa doação total por amor a Cristo.»

Senti tudo isso nos oito anos que frequentei o meu segundo lar, dotado com as potencialidades de formar cidadãos para o sacerdócio presbiteral, mas também para o sacerdócio que nos tem guiado nesta nossa vida como pessoas empenhadas na vida familiar, nas coisas da Igreja e nas várias vertentes de uma sociedade. É isso que vou presenciando nos contactos que tenho com a grande maioria de todos aqueles que passaram por esta grande casa de formação, os meus condiscípulos.

PUBLICIDADE

Tudo o que sou (aqui posso garantir o mesmo pensar da grande maioria daqueles que tiveram a sorte de frequentar estas valorosas casas de formação!), devo-o, em primeiro lugar, à minha família, amigos e conterrâneos e, em segundo lugar, a esta dignificante escola que me lançou para a vida em sociedade com uma formação integral e com os valores que me incrementaram e que prezo muito por assimilá-los num ambiente de liberdade, de aconselhamento e, sobretudo, no diversificado e qualificado programa curricular que nos arquitetou em inúmeras áreas. Além das disciplinas que hoje fazem parte dos programas, tivemos o Latim, Física, Civilidade, Canto Coral, Piano, Órgão/Harmónio e Polifonia desde o 1º ano (hoje, 5ºano). Mais tarde, no curso filosófico, além das disciplinas usuais, o programa contemplava, ainda, Liturgia, Grego, História da Arte, História da Civilização Portuguesa, História Universal da Civilização, Canto Gregoriano, Pedagogia, Sociologia e Organização Política. A atividade letiva decorria durante a manhã e a tarde era destinada ao estudo e alguns intervalos para o convívio. 

Valeu a pena frequentar o Seminário, pois ainda sinto aquela base formativa que lá colhi e que jamais esquecerei. Formamos uma segunda família muito unida oriunda de uma excelente escola frequentada, na altura, por várias centenas de alunos. Anualmente, temos o prazer de nos reencontrarmos por anos de ingresso e através da Associação dos Antigos Alunos dos Seminários de Braga, revivendo esses valiosos tempos passados nestes espaços que fazem parte da nossa vida educacional.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.