BRAGA –

BRAGA – -

Obras “cirúrgicas” no Nó de Infias arrancam dia 15

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A Infraestruturas de Portugal (IP) inicia a 15 de Novembro “intervenções cirúrgicas” para “minorar a curto prazo” os impactos dos fluxos de tráfego registados no Nó de Infias, anuncia a Câmara de Braga em comunicado. As obras de fundo devem arrancar em 2021.

Dessas soluções imediatas destaca-se a repavimentação de todo o Nó de Infias e a duplicação da via de saída do centro da cidade para o Nó, desde a rua Américo Rodrigues Barbosa, “garantindo o aumento da capacidade de cerca de 30 para 70 automóveis”, e “aliviar substancialmente a rotunda de Infias e a área urbana envolvente”, refere a autarquia, acrescentando que os obras serão realizadas no período nocturno e não comprometem a solução final.

PUBLICIDADE

Esta primeira intervenção resulta de um “acordo de colaboração” entre o município e a IP para a elaboração de um projecto que “resolva definitivamente um dos mais problemáticos sistemas rodoviários do concelho”. O acordo entre as duas entidades é apreciado na próxima segunda-feira,em reunião de executivo

O acordo prevê a execução de um projecto para a requalificação e beneficiação do Nó de Infias, incluindo caderno de encargos e o respectivo procedimento concursal a ser aprovado por ambas as partes.

“Os serviços municipais, juntamente com a IP, vão desenvolver um projecto de execução e de procedimentos prévios para a reorganização do Nó de Infias. Este é o primeiro passo para resolver decisivamente o principal ponto de congestionamento de trânsito da cidade de Braga que, devido à afluência de muitas vias estruturantes de ligação inter-regional e nacional, acarreta actualmente muitos problemas no trânsito local”, refere Ricardo Rio, presidente da Câmara de Braga, perspectivando que, tendo em conta “o cronograma das diversas acções, as obras avancem em 2021”.

CUSTOS A MEIAS

Após a elaboração e aprovação do caderno de encargos e do programa do concurso, cujos custos são suportados de igual forma pelas duas entidades, o município de Braga promove o lançamento concursal e a IP colabora na fase de esclarecimentos e avaliação das propostas que serão apresentadas a concurso, explica o autarca.

Posteriormente, as duas organizações acompanham as obras de intervenção que garantem a capacidade de escoamento do tráfego de atravessamento, priorizando as ligações da Variante à EN101-201 à Circular Norte (av. António Macedo – EN14) e a capacidade de escoamento nas saídas do centro para essas vias e para o Nó.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.