FINANÇAS –  OE prevê transferência de mais de 14 milhões para o Município de Vila Verde

FINANÇAS –
OE prevê transferência de mais de 14 milhões para o Município de Vila Verde

A proposta de Orçamento de Estado (OE) para 2019 prevê que para o Município de Vila Verde seja transferida uma verba de 14 milhões e 276 mil euros (14 276 909€), mais de um milhão do que em 2018. No caso das freguesias vilaverdenses, é a União das Freguesias da Ribeira do Neiva a ficar com a maior fatia do bolo (210 672€).

Seguem-se a União das Freguesias do Vade (133 750€) e a União de Freguesias de Sande, Vilarinho, Barros e Gomide (114 628€) no “top 3” de freguesias com mais verba.

PUBLICIDADE

A Vila de Prado, com 58 384€, é a primeira freguesia a surgir sem estar integrada numa união.

A informação consta no mapa de transferências para os Municípios publicada na página da Direcção-Geral do Orçamento, onde se pode consultar a versão completa da proposta de Orçamento do Estado para 2019.

No total, o distrito de Braga deverá receber mais de 185 milhões de euros (185 141 459€), depois de em 2018 se ter ficado pelos 173, ou seja, mais cerca de 11 milhões de euros. Barcelos é o Município com mais verba alocada (27 580 641€), seguido por Guimarães (27 445 032€) e Braga (22 930 641€).

A proposta do Governo estabelece uma subvenção geral de 1,989 mil milhões de euros relativos ao Fundo de Equilíbrio Financeiro (FEF), 163,3 milhões do Fundo Social Municipal (FSM) e 493,7 milhões da participação variável no IRS (Imposto sobre Rendimentos de Singulares).