ROTA DAS COLHEITAS 2018 -

ROTA DAS COLHEITAS 2018 - -

Oleiros, Gême e Esqueiros “presentes” na 9ª edição da Rota na Colheitas

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O anúncio foi feito esta manhã na Loja Interactiva de Turismo de Vila Verde pela Vereadora da Cultura, Júlia Fernandes, enquanto falava no decorrer da conferência de apresentação da Rota das Colheitas 2018.

«Como novidades, destacava a entrada de três freguesias para a Rota, são elas, Oleiros, Gême e Esqueiros. Este ano a programação vai contar com a recriação de uma malhada de tremoços, em Oleiros, uma subida de bicicleta ao monte de Sta. Engrácia e uma actividade gastronómica em torno de uma iguaria minhota, o pica-no-chão, em Gême e ainda a iniciativa “Sabores de Outono”, em Esqueiros», afirmou Júlia Fernandes.

No decorrer da apresentação, a Vereadora destacou ainda que uma das principais razões pelo «crescimento do número de visitantes de ano para ano» se prende com o facto de as pessoas serem «chamadas a intervir, a pôr a mão na massa, em que é possível desfolhar, tirar a espiga, espadelar. As pessoas podem experimentar essas práticas».

PUBLICIDADE

«É um reviver de tradições que proporciona actividades lúdico pedagógicas (…) que conta com um programa em aberto, onde cada vez mais surgem novas ideias associadas à programação», disse.

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, António Vilela, explicou que o evento serve também como «promoção do cartaz turístico de Vila verde, tendo como objectivo recuperar e reviver tradições que poderiam ficar esquecidas. Pretende-se criar dinâmicas económicas, capazes de mobilizar no território e sinergias que sejam essenciais para aquilo que queremos no que toca à afirmação de Vila Verde».

António Vilela acrescentou ainda que o «programa é uma conjugação quase perfeita daquilo que é a nossa tradição, o mundo rural e o crescimento económico. Esta relação entre património existente, construído ou natural, entre todo o património material associado às nossas tradições e gastronomia, são elementos âncora capazes de criar dinâmicas próprias para desenvolver o nosso território».

O programa tem início já no próximo fim-de-semana, 3 de Agosto, no Pico de Regalados, com a as “Noites Temáticas” e termina a 25 de Novembro, com um trilho de Aboim da Nóbrega ao Vade.

Ao longo de quatro meses onde impera a tradição, decorrerão, pelo menos, 39 iniciativas, entre as quais, seis práticas agrícolas ancestrais, cinco festas das colheitas, 14 iniciativas gastronómicas, três feiras agrícolas, vários eventos culturais com diversas actividades, oito actividades desportivas, um concurso de fotografia e a rota das pastelarias (de 1 a 30 de Novembro).

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS