BRAGA

BRAGA -

Pacto de Mobilidade Empresarial de Braga cumpre 82% da meta inicial

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O Pacto de Mobilidade Empresarial de Braga (PMEB) divulgou os resultados alcançados pelas empresas signatárias no compromisso de reduzir as emissões de gases com efeito estufa. O presidente da Câmara considera a disponibilidade das empresas “fundamental” para o sucesso do Pacto.

Os dados, discutidos na mais recente sessão regular do PMEB, revelam “um progresso substancial” na implementação das acções acordadas.

Desde o lançamento do PMEB, 85% das entidades signatárias reportaram a implementação das acções planeadas, demonstrando “um compromisso robusto” com a sustentabilidade.

Um total de 82% dos compromissos iniciais foram cumpridos, “com várias organizações indo além das expectativas ao realizar um número significativo de acções adicionais”.

Dos dados apresentados destacam-se a aquisição de 116 veículos eléctricos e 118 veículos híbridos plug-in, resultando a compra destas 234 viaturas na redução imediata de 405 toneladas de CO2 equivalente.

Anualmente, espera-se ainda evitar a emissão adicional de 281 toneladas de CO2 equivalente, tendo como base de cálculo os quilómetros percorridos pelas viaturas em 2023.

Além disso, foram instaladas 168 tomadas eléctricas e criados 132 lugares de estacionamento dedicados a veículos eléctricos e partilha de carros entre colaboradores.

Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, destacou o compromisso das empresas e o seu envolvimento na procura de soluções para a mobilidade sustentável.

“Essa disponibilidade é fundamental para o sucesso do Pacto de Mobilidade Empresarial de Braga. Continuamos a contar com as empresas para melhorar a mobilidade de Braga e avançar em direcção a um futuro de baixas emissões de gases com efeito estufa na cidade”, disse.

Outras iniciativas incluem a promoção do teletrabalho, que viu um aumento de 59% na adesão semanal, beneficiando 358 colaboradores com horários flexíveis.

Adicionalmente, foram implementadas medidas para melhorar a acessibilidade universal e expandir as opções de transporte sustentável na cidade, em colaboração com os Transportes Urbanos de Braga e outras entidades locais.

Na sessão foi também apresentado o futuro do pacto, que visa expandir ainda mais o número de empresas signatárias e intensificar as acções de sustentabilidade

A iniciativa está a ser promovida pela autarquia bracarense e o BCSD Portugal (Conselho Empresarial para o Desenvolvimento Sustentável), uma associação sem fins lucrativos de utilidade pública que ajuda as empresas na sua jornada para a sustentabilidade.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
3€ / mês

* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 36€ / ano.