AUTÁRQUICAS

AUTÁRQUICAS -

PAN Braga reúne com Associação Académica da Universidade do Minho

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O candidato do PAN à Câmara Municipal de Braga, Rafael Pinto, e o candidato à Assembleia Municipal, Tiago Teixeira, reuniram-se esta semana com a Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM) com o alojamento universitário e os transportes na agenda.

“Para além de conhecer melhor o trabalho da Associação, que também me representou enquanto estudante desta Universidade, o objectivo passou por perceber quais as maiores dificuldades dos estudantes no concelho”, afirma Rafael Pinto em comunicado enviado esta quinta-feira ao PressMinho/OVilaverdense/OAmarense.

Para o candidato do partido Pessoas Animais Natureza “o alojamento é definitivamente o maior entrave no acesso e manutenção de alunos no ensino superior. Os preços actuais do mercado são inaceitáveis para estudantes”.

PUBLICIDADE

Para o PAN, a principal solução para este problema é clara: “A construção de mais residências para estudantes, com qualidade”.

O candidato salienta que “a última residência para estudantes construída em Braga foi em 1998. Desde então, o número de alunos aumentou substancialmente e os projectos para novos edifícios não saem da gaveta”.

“Precisamos de uma análise do custo por cama das várias opções que têm vindo a ser apresentadas, como a abandonada escola D. Luís de Castro em Tenões, o antigo quartel e a Fábrica Confiança”, defende.

Para além da construção de mais residências, o partido defende mais projectos de alojamento acessível, através de parcerias com senhorios, nomeadamente da criação de benefícios fiscais no arrendamento a estudantes.

Segundo o PAN, outro problema levantado pela AAUM passa pela necessidade de melhoria dos transportes públicos.

“Mais uma vez percebemos que a oferta actual é insuficiente, principalmente para os estudantes que vivem na periferia e concelhos vizinhos, mas que se deslocam diariamente para a Universidade. Precisamos de mais linhas, com horários mais alargados e como já referimos, defendemos a gratuitidade dos TUB para os estudantes do ensino superior, como forma de incentivar o seu uso, reduzir os custos para as famílias e as emissões de gases poluentes”, conclui o candidato.

Na reunião com a AAUM, representada pelo presidente Rui Moreira, foram ainda abordados temas como as respostas disponíveis ao nível da saúde mental, a sustentabilidade ambiental e a segurança no campus.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.