BRAGA

BRAGA -

Parlamento dos Jovens pôs alunos de Braga a discutir ‘Fake News’

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O projecto ‘Parlamento dos Jovens’ promovido pela Câmara de Braga, em parceria com a Assembleia da República e a Direcção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE), terminou esta terça-feira, no Auditório do Espaço Vita, depois de dois dias de debate e troca de ideias.

A iniciativa, dirigida a alunos do 2º e 3º ciclos do ensino básico e ensino secundário público e privado, teve como principais objectivos promover a educação para a cidadania, despertar o interesse dos jovens para a participação cívica e política, desencadear capacidade de argumentação na defesa de ideias com respeito pelos valores da tolerância e potenciar o pensamento crítico.

Para a vereadora da Educação, Carla Sepúlveda, que esteve presente na sessão de encerramento, este é um momento de cidadania, mas também de exercício sociológico.

PUBLICIDADE

“O debate de pensamento estruturado e fundamentado foi o mote para dois dias onde a procura de soluções para a problemática em debate vigorou e destacou-se pela motivação intelectual de todos os participantes. O assunto em debate não podia ser mais adequado, principalmente nos dias que correm. Aprender a filtrar, a analisar, a fundamentar e argumentar é fundamental para que possamos ter sociedades mais bem informadas e capacitadas para pensar criticamente as várias problemáticas. Um projeto que prima pela transmissão de valores associadas à prática da cidadania só podia ter a ‘porta aberta’ por parte do município de Braga”, afirmou Carla Sepúlveda.

Para a autarca, além de ser uma acção promotora de cidadania “é também a melhor forma de dar a conhecer aos nossos alunos a dinâmica da casa da democracia. São projectos com esta qualidade educativa e formativa que queremos numa cidade educadora”, referiu.

Durante dois dias, o ‘Parlamento’ contou com a participação de 50 escolas, 156 alunos e 50 professores de estabelecimentos de ensino do distrito de Braga, que abordaram o tema ‘Fake News – Que Estratégias para Combater a Desinformação2.

Através desta metodologia deu-se a conhecer o significado do mandato parlamentar e o processo de decisão da Assembleia da República – enquanto órgão representativo de todos/as os/as cidadãos/ãs – salientando a importância da sua contribuição para a resolução de questões que exercem influência no presente e futuro individual/colectivo.

Na sessão de abertura estiveram presentes o Delegado Regional da DGEstE, Sérgio Afonso; o Deputado da Assembleia da República Firmino Marques e o Director do IPDJ Norte, Vítor Dias.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.