BRAGAPCP de Braga denuncia “precárias” de condições trabalho na Bosch Car Multimédia em dia de visita de Merkel

BRAGA
PCP de Braga denuncia “precárias” de condições trabalho na Bosch Car Multimédia em dia de visita de Merkel

A Direcção da Organização Regional de Braga (DORB) do PCP acusa a Bosch Car Multimédia de praticar “horários e ritmos de trabalho desumanos e salários muito aquém das reais possibilidades da empresa”, que acumula “milhões de euros de lucro”.

A propósito da inauguração, esta quarta-feira, pela chanceler alemã Angela Merkel do novo centro tecnológico da Bosch, em Sequeira, a DORB acrescenta em comunicado que “não ignora a importância da manutenção dos postos de trabalho” da Bosch CM,  “mas também não branqueia as precárias condições em que esse trabalho é prestado, nem contribuirá, sob a imagem da excelência empresarial, para omitir a prática corrente de baixos níveis salariais e de aumento da exploração dos trabalhadores através da desregulação dos horários de trabalho”.

O PCP considera, por isso, que a inauguração, que conta com a presença do primeiro-ministro, António Costa, “é, acima de tudo, um momento para denunciar a acumulação de capital por parte da multinacional alemã, não só por via da exploração directa dos trabalhadores, mas também pela voragem de recursos financeiros comunitários e apoios estatais”.

PUBLICIDADE

A concluir, os comunistas bracarenses “reafirmam a necessidade imperiosa de valorização do trabalho e dos trabalhadores, defendendo o generalizado aumento salarial através da luta e acção reivindicativa, a defesa da contratação colectiva e a justa regulação de horários e ritmos de trabalho, permitindo a desejável conciliação da vida profissional, social e familiar de todos os trabalhadores da Bosch CM”.

Subscrição ao jornal - Papel
 
NIB: XXXX XXXX XXXXXXXXXXX XX
IBAN: XXXX XXXX XXXX XXXXXXXXXXX XX
SWIFT/BIC: XXXXXXXX

close-link