REGIÃO

REGIÃO -

PCP de Famalicão apela ao reconhecimento por Portugal do Estado Palestiniano

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A Concelhia de Famalicão do PCP colocou uma faixa de solidariedade com o povo palestiniano nacional, apelando à Presidência Portuguesa da União Europeia o reconhecimento o Estado da Palestina.

Em comunicado, os comunistas reclamam do Governo português que “reconheça o Estado da Palestina nos territórios palestinos ocupados em 1967, com Jerusalém Leste como capital, e que desenvolva um relacionamento diplomático e cooperação com o novo Estado, no plano do direito internacional”, ao abrigo do artigo 7.º da Constituição da República Portuguesa, e em conformidade com as resoluções das Nações Unidas.

Os comunistas famalicenses apelam ainda a uma “intervenção coerente e determinada no sentido de denunciar a política sistemática de violação do Direito Internacional por parte de Israel, daí retirando todas as consequências no plano das relações bilaterais com aquele Estado”.

PUBLICIDADE

O PCP recorda que, apesar da recomendação aprovada pela Assembleia da República, em Dezembro de 2014, o Executivo ainda não reconhece o Estado da Palestina. “Tem, aliás, fortalecido as relações com Israel, inclusive no âmbito do plano militar”, denuncia a Concelhia comunista.

FOTO:Cidadehoje

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS