POLÍTICA

POLÍTICA -

Pedro Nuno Santos assume «falha relevante» mas não se demite

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, anunciou, na tarde desta quinta-feira e numa declaração aos jornalistas, que permanece ministro, assumindo a sua «responsabilidade» na «falha relevante» que foi ontem ter anunciado a nova solução para o aeroporto de Lisboa.

Esta manhã, em comunicado, o Primeiro-Ministro anunciou ter revogado um despacho do ministro sobre o novo aeroporto de Lisboa.

Em resposta a uma questão dos jornalistas, Pedro Nuno Santos assegurou que vai continuar a trabalhar e apontou «erros de comunicação e de articulação», que o levaram a anunciar a decisão, sem avisar o Primeiro-Ministro.

PUBLICIDADE

Dessa forma, o ministro assumiu a sua «total responsabilidade» por esses erros, admitindo os danos que esta situação provoca ao Governo e na sua relação com António Costa.

Apesar disso, Pedro Nuno Santos afirmou estar comprometido em recuperar a confiança do chefe do Governo. «Queremos retomar a nossa relação», assegurou.

Ao contrário do que disse ontem, quando anunciou a nova solução para o aeroporto de Lisboa, o ministro afirma agora a necessidade de «um consenso» com o PSD – algo em que o António Costa tem sempre insistido.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.