APREENSÃO (Droga)

APREENSÃO (Droga) -

PJ desmantela rede criminosa e apreende mais de 1.300 quilos de cocaína

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

A Polícia Judiciária anuncia ter desmantelado uma rede criminosa que traficava droga dissimulada em peixe congelado. Apreendeu 1300 quilos de cocaína, anunciou a instituição, esta segunda-feira.

Em comunicado, a PJ explicou que a rede se dedicava ao tráfico internacional de estupefacientes por via marítima, tendo sido detidos sete homens de várias nacionalidades no âmbito da operação Squid, desencadeada pela Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes da PJ.

Segundo as autoridades, “foi possível localizar e depois intercetar, num armazém da zona Oeste, uma carga de peixe congelado com grandes quantidades de cocaína no seu interior proveniente do Equador, descarregada no Porto de Lisboa”.

«A forma como a droga vinha dissimulada no peixe congelado tornou extremamente difícil a sua deteção e, para proceder-se à sua remoção, foi mesmo necessária a total destruição do peixe», acrescenta ainda a PJ.

«Entre os sete detidos, com idades compreendidas entre os 26 e os 59 anos, figuram os principais responsáveis pela importação e distribuição da cocaína apreendida», refere o comunicado.

No decurso da operação, foram realizadas diversas buscas domiciliárias e não domiciliárias que levaram à apreensão de um total de oito armas de fogo, viaturas de gama alta, bem como diversos documentos e objetos com relevância para o processo.

Os detidos, suspeitos de integrarem uma estrutura criminosa organizada dedicada à importação e distribuição por diferentes países europeus de elevadas quantidades de cocaína importada a partir da América Latina, serão agora presentes às autoridades judiciárias para que lhes seja aplicada medidas de coação.

ovilaverdense@gmail.com

 

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
3€ / mês

* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 36€ / ano.