REGIÃO

REGIÃO -

Porto e Norte lamenta morte de Francisco Sampaio, o ‘Senhor Turismo’ do Alto Minho

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP) lamentou este sábado a morte do antigo presidente da Região de Turismo do Alto Minho (RTAM) Francisco Sampaio, lembrando-o como um “precursor na investigação e dinamização turística” daquele território. Fica conhecido como o ‘Senhor Turismo’.

“Francisco Sampaio ajudou a projectar além-fronteiras a região que tanto amava, fruto da sua dedicação, entusiasmo e competência, deixando um legado de profissionalismo que os actuais responsáveis pelo turismo na região têm a obrigação de honrar”, disse este sábado Luís Pedro Martins, presidente do Turismo do Porto e Norte, citado em comunicado.

Francisco Sampaio é apontado ainda como um dos maiores conhecedores das tradições da Romaria d’Agonia, tendo até redigido a Declaração de Interesse para o Turismo da Romaria d’Agonia, entretanto aprovada.

PUBLICIDADE

Francisco Sampaio morreu este sábado, aos 84 anos, anunciou o presidente da Câmara de Viana do Castelo.

Luís Nobre afirmou que a morte de Francisco Sampaio constitui uma “perda para o concelho, para o Alto Minho e para o país”.

“Foi um promotor do concelho, da região, das tradições, da gastronomia. Não poupava esforços para promover a nossa identidade. Acabou por ser um visionário relativamente às relações com a Galiza. Foi um dos primeiros a despertar para a necessidade da mais-valia de promoção do nosso território na Galiza”, sustentou o autarca socialista.

Luís Nobre acrescentou que, “em Viana do Castelo, será sempre lembrado como o grande organizador do cortejo histórico etnográfico da Romaria d’Agonia e pela apresentação ímpar da Festa do Traje”.

“Ficará sempre na nossa memória pelo conhecimento e pela capacidade que tinha em comunicar. Era um comunicador nato. É uma grande perda”, lamentou.

SENHOR TURISMO

Cidadão de Honra de Viana do Castelo desde 2004, Francisco Sampaio participou no processo de constituição da RTAM, organismo a que presidiu entre 1980 e 2009. As quase três décadas à frente daquela região e turismo valeu-se o ‘título’ de ‘Senhor Turismo’.

Foi um forte impulsionador da Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal, defendendo a instalação da sede no Castelo Santiago da Barra, onde ainda se mantém.

Francisco José Torres Sampaio nasceu em Barcelos, em 7 de Junho de 1937. Exerceu funções docentes no ensino secundário, no Instituto Superior de Turismo e Empresas, foi membro da Comissão Instaladora da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, onde foi professor e coordenador do curso superior de Turismo, e ainda presidente do conselho pedagógico.

Entre 1973 e 1979 presidiu à Junta de Turismo de Vila Praia de Âncora, no concelho de Caminha, onde residia.

Durante 40 anos organizou o cortejo histórico etnográfico das Festas de Nossa Senhora d’Agonia, tendo sido ainda fundador da Confraria dos Gastrónomos do Minho.

É autor de dezenas de títulos sobre temas de carácter histórico, arqueológico, turístico, etnográfico e gastronómico, e foi também colaborador de várias publicações dos distritos de Braga e Viana do Castelo.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.