PAÍS - Portugueses na Venezuela devem ficar em casa; Governo já activou mecanismos de apoio

PAÍS -
Portugueses na Venezuela devem ficar em casa; Governo já activou mecanismos de apoio

Augusto Santos Silva adiantou que os cidadãos portugueses que vivem na Venezuela devem tomar “as medidas de segurança indispensáveis nestas ocasiões” e sublinhou que o Governo já pré-activou “os mecanismos de apoio à disposição”.

O ministro dos Negócios Estrangeiros (MNE) reagiu às movimentações militares que começaram esta terça-feira de manhã na Venezuela. Augusto Santos Silva está em contacto com o embaixador de Portugal na Venezuela que já determinou que os trabalhadores dos consulados e da embaixada devem ficar dentro de casa “visto que a insegurança é evidente”.

Augusto Santos Silva adiantou que os cidadãos portugueses que vivem na Venezuela devem tomar “as medidas de segurança indispensáveis nestas ocasiões” e sublinhou que o Governo já pré-activou “os mecanismos de apoio à disposição”.

PUBLICIDADE

Quanto aos desenvolvimentos políticos, o ministro dos Negócios Estrangeiros explica que mais importante nesta fase é “exortar todas as partes a encontrar uma solução política pacífica na Venezuela que possa permitir desbloquear o impasse que hoje se vive e que possa permitir ajudar a Venezuela a resolver a sua crise económica e humanitária tão profunda”.

Subscrição ao jornal - Papel
 
NIB: XXXX XXXX XXXXXXXXXXX XX
IBAN: XXXX XXXX XXXX XXXXXXXXXXX XX
SWIFT/BIC: XXXXXXXX

close-link