BRAGA - Primeiras chuvas e vento colocam Braga em alerta amarelo

BRAGA -
Primeiras chuvas e vento colocam Braga em alerta amarelo

A Câmara Municipal de Braga lançou esta quarta-feira à noite um conjunto de recomendações, em função das condições meteorológicas adversas previstas como o vento e chuvas.

Com base nas informações prestadas pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera e de acordo com a informação meteorológica disponibilizada, salienta-se a ocorrência de aguaceiros fracos e dispersos nos concelhos fronteiriços desde esta quarta-feira, encontrando-se o distrito de Braga em alerta amarelo.

A partir de hoje está prevista precipitação essencialmente no Minho e Douro litoral, com valores acumulados de 10 mm em 24 horas, podendo ser localmente intensa, particularmente, durante a madrugada, podendo prolongar-se durante próximo fim-de-semana.

PUBLICIDADE

RECOMENDAÇÕES

«Condições Meteorológicas Adversas – Precipitação e Vento»

Em função das condições meteorológicas previstas, e com a ocorrência das primeiras chuvas, são propícios:

  • À ocorrência de inundações em zonas urbanas, causadas por acumulação de águas pluviais por obstrução dos sistemas de escoamento;
  • A ocorrência de cheias, potenciadas pelo transbordo do leito de alguns cursos de água, rios e ribeiras;
  • À instabilização de vertentes, conduzindo a movimentos de massa (deslizamentos, derrocadas e outros) motivados pela infiltração da água, podendo ser potenciados pela remoção do coberto vegetal na sequência de incêndios rurais, ou por artificialização do solo;
  • À contaminação de fontes de água potável por inertes resultantes de incêndios rurais;
  • Ao arrastamento para as vias rodoviárias de objectos soltos, ou ao desprendimento de estruturas móveis ou deficientemente fixadas, por efeito de episódios de vento forte, que podem causar acidentes com veículos em circulação ou transeuntes na via pública.

MEDIDAS DE PREVENÇÃO

A Divisão Municipal de Protecção Civil recomenda que tome as necessárias medidas de prevenção e adeqúe os seus comportamentos, nomeadamente:

  • Garantindo a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e remoção de inertes e outros objectos susceptíveis de serem arrastados ou que possam criar obstáculos ao livre escoamento das águas;
  • Adoptando uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a acumulação de neve e a formação de lençóis de água nas vias;
  • Evitando atravessar zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos escondidos no pavimento ou caixas de esgoto abertas;
  • Garantindo a adequada fixação de estruturas soltas, nomeadamente andaimes, placards e outras estruturas suspensas;
  • Tendo especial cuidado na circulação e permanência junto a áreas arborizadas, mantendo-se atentos à possibilidade de queda de ramos e árvores em virtude de vento forte;
  • Estando atento às informações da meteorologia e às indicações da Protecção Civil e Forças de Segurança.