OPINIÃO -
Primeiro as pessoas

Em política só pode ser assim: Primeiro as Pessoas!

Ela está relacionada com o bem público e afeta todo o nosso quotidiano por isso temos de louvar quando os nossos responsáveis políticos locais atuam de acordo com este princípio sagrado. Assim se faz em Vila Verde.

São inúmeras as políticas públicas alinhadas com este princípio e nos vários sectores da vida social.

PUBLICIDADE

Com o objetivo de aproximar os serviços dos cidadãos temos cada vez mais e melhores serviços, como os últimos anos têm demonstrado, com a abertura de Espaços do Cidadão e Lojas do Munícipe, onde são prestados serviços essenciais para as pessoas. Abriu agora, ao público, mais um Espaço do Cidadão e Loja do Munícipe do Homem, situada em Valbom S. Pedro, que se vem juntar aos Espaços do Cidadão e Lojas do Munícipe da Vila de Prado, de Ribeira do Neiva, da Portela do Vade e de Vila Verde.

Estes cinco espaços são lugares privilegiados de prestação de serviços de proximidade aos vilaverdenses.

E como em Vila Verde, para o PSD, estão primeiros as pessoas, a educação é também uma prioridade, com o município a fazer o que caberia ao governo central.

A requalificação da Escola Básica de Vila Verde frequentada por alunos dos segundo e terceiro ciclos está a correr a bom ritmo. Esta melhoria trará benefícios com contributo determinante no futuro, capaz de tornar o concelho ainda mais desenvolvido, pois a educação tem de estar à altura dos desafios da nossa sociedade em que o conhecimento e a qualificação se revelam fundamentais para o sucesso e felicidade das pessoas.

A Saúde não é menos importante e nesse contexto a Câmara Municipal de Vila Verde também participou no investimento destinado às obras de beneficiação nas instalações da Unidade de Saúde de Portela do Vade e de melhoramento de acessibilidade, num investimento que se encontra em fase final de acabamentos. Só assim aquelas populações terão a sua Unidade de Saúde em condições de satisfazer as suas necessidades tão vitais.

E o apoio ao investimento também não foi esquecido como é o exemplo da isenção do pagamento de taxas para o turismo.

“Durante o ano de 2020 continuam isentos de pagamento de taxas de urbanização e edificação as operações materiais de edificação e utilização destinadas aos seguintes fins:

1- Empreendimentos turísticos nas tipologias de turismo de habitação, turismo no espaço rural nas modalidades de casas de campo e agro-turismo, bem como os parques de campismo e caravanismo.”

Em fevereiro não podemos nunca esquecer o mês do romance e ele aí está, carregado de incitativas de ordem cultural económica e recreativa. São inúmeros os momentos em que podemos participar e temos de louvar a adesão cada vez maior de produtos com a marca “Namorar Portugal”.

Os produtos Namorar Portugal são uma expressão de criatividade e inovação que tem sabido atrair as pessoas e os seus talentos para negócios muito criativos. Visite o Centro de Dinamização Artesanal, um “espaço de promoção do património ‘Lenços Namorar Portugal’, de dinamização das indústrias tradicionais e das atividades dos artesãos, o Centro de Dinamização Artesanal nasce das “fundações” da cooperativa Aliança Artesanal, para transformar-se num local de visita obrigatória para quem procura autenticidade, emoção e conhecimento.”

Em Vila Verde, este executivo coloca, efetivamente, as pessoas em primeiro lugar!