VILA VERDE -
Produtos Namorar Portugal «para todos» com a “Bia Inclusiva” e ”Artecouro a Namorar”

A programação “Fevereiro, Mês do Romance” já vai longa, mas continua a surpreender o público com novas linhas de produtos “Namorar Portugal”. Na manhã desta quinta-feira foram conhecidas mais duas colecções. Por um lado, Jacinto Teixeira, da Artecouro, que apresentou novas propostas de calçado, porta-lápis e porta-moedas inspirados nos motivos dos Lenços de Namorados e por outro Maria Eugénia Calçada, que deu a conhecer a “Bia Inclusiva”, um projecto no qual teve o apoio de Luísa Barros. A nova linha da “Bia Portuguesinha” consiste em bonecas que retractam pessoas com incapacidade/deficiência, bem como t-shirts para sensibilizar para a diferença e promover a inclusão. O Espaço Namorar Portugal voltou a ser o palco das apresentações dos dois parceiros.

“ARTECOURO A NAMORAR”

Jacinto Teixeira veio de Guimarães e trouxe para a “Namorar Portugal” trabalhos em couro com peças originais em que pontuam bordados com o colorido típico dos Lenços de Namorados. «O calçado é um complemento da linha que já tinha apresentado, temos vários modelos confortáveis, além de porta-lápis e porta-moedas», explicou. O responsável pela Artecouro afirmou ainda que «ao longo do ano são acrescentados produtos à colecção como forma de engrandecer a Namorar Portugal».

PUBLICIDADE

“BIA-INCLUSIVA”

A segunda apresentação da manhã foi conduzida por Maria Eugénia Calçada que teve a ideia para a nova linha após ter começado a trabalhar com pessoas com deficiência ou incapacidade. «Estou a fazer isto desde o início de 2019 e foi o conhecimento no terreno que me deu esta ideia de criar a Bia Inclusiva, com a ajuda da minha parceira Luísa», contou.

O objectivo é «vender muitas t-shirts para apoiar financeiramente o maior número de associações». Parte da receita vai reverter a favor da Associação Pais em Rede, que visa «reforçar a autonomia e apoiar as famílias de pessoas com algum tipo de incapacidade».

Por sua vez, Luísa Barros afirmou que teve muito gosto em participar num projecto que lhe «diz muito» e que «a inclusão é abrir mentalidades para a questão da deficiência, espero a colaboração de todos».

De seguida, Maria Clara Costa falou em representação da “Pais em Rede”, que conta com núcleos espalhados por todo o país. Relevou que a associação «apoia a 100 por cento o projecto “Bia Inclusiva” por se tratar de um excelente artefacto para divulgar e sensibilizar para a inclusão».

«PARCEIROS FAMILIARIZADOS COM A MARCA»

A vereadora da Cultura do Município de Vila Verde, Júlia Fernandes, marcou presença na apresentação e começou por dar os parabéns a ambos os parceiros pelas novas colecções. «Estão completamente familiarizados com a marca e todos os anos vão lançando novos produtos, fruto de muita inspiração e criatividade, para corresponder às exigências do mercado», disse.

Deixou ainda uma palavra sobre a importância da inclusão, referindo que «a marca Namorar Portugal e a programação do Mês do Romance têm uma grande preocupação com esta questão, contando com a participação recorrente de várias instituições, nomeadamente a APPACDM».