SAÚDE

SAÚDE -

Projecto “Agulhão” recolhe seringas em Vila Verde e Braga

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Criado pela Associação de Farmácias de Portugal (AFP), o projecto “Agulhão” está a ser desenvolvido a nível nacional e conta com a participação de farmácias de Vila Verde e de Braga para fazer a recolha de seringas e agulhas usadas.

Desde 2019 até ao momento, o projecto já recolheu mais de 300 mil seringas que iriam parar ao lixo doméstico.

PUBLICIDADE

Neste âmbito, as farmácias aderentes disponibilizam um contentor onde os cidadãos podem depositar gratuitamente os resíduos utilizados.

«O projecto é desenvolvido em parceria com a empresa especializada na gestão de resíduos hospitalares, Stericycle, que faz a recolha dos contentores e o tratamento dos resíduos [incineração], respondendo assim à falta de soluções seguras e ecológicas para recolha de seringas usadas», refere a organização do projecto.

Lançado em forma projecto-piloto no final de 2019, tem como objectivo dar resposta »à falta de soluções para a recolha de resíduos produzidos pelos doentes diabéticos e por todos aqueles que necessitam de medicamentos injectáveis».

Torres Vedras vai ser o primeiro concelho do país com cobertura a 100% da sua rede de farmácias a recolherem gratuitamente seringas/agulhas usadas pelos doentes. As 23 farmácias daquele município juntam-se assim às farmácias aderentes dos concelhos de Lisboa, Porto, Matosinhos, Vila Nova de Gaia, Gondomar, Braga e Vila Verde.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS