LEGISLATIVAS – 
PS promete em Braga mais 12 mil camas para estudantes universitários

Joaquim Barreto afirmou, esta terça-feira, em reunião com a Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM), em Braga, que o PS pretende aumentar em 12 mil as camas para os estudantes universitários até ao final de próxima legislatura e reforçar o investimento público no ensino superior.

O líder da ‘Distrital’ socialista de Braga e n.º 4 da candidatura às Eleições Legislativas pelo círculo bracarense, afirmou que o PS quer lançar, “todos os anos”, novas fases do plano de intervenção para a requalificação construção de residências de estudantes, com “o objectivo de reforçar o alojamento disponível para estudantes do ensino superior, a custos acessíveis, em 12.000 camas até ao final da legislatura, atingindo um total de 27.000 camas”.

PUBLICIDADE

O aumento dos apoios sociais aos estudantes do ensino superior em especial no âmbito das bolsas, das residências e do programa Erasmus é outra das medias protagonizadas pelo PS

“Pretendemos criar um número de vagas de mestrado acessíveis por mérito a preços controlados, a fim de promover uma Universidade ao alcance de todos e garantir o acesso automático às bolsas de acção social do ensino superior quando o aluno tenha beneficiado de uma bolsa de acção social no ensino secundário, sem ter de aguardar pelo processamento administrativo por parte da respectiva instituição de ensino superior”, avançou Barreto,

Joaquim Barreto assegurou ainda que o PS “continuará o seu compromisso com a promoção da conciliação do sucesso académico e desportivo”.

“Pretendemos alargar ao ensino superior o bem-sucedido projecto criado em 2016 no ensino básico e secundário denominado Unidades de Apoio ao Alto Rendimento na Escola (UAARE’s), consagrando apoio estrutural à carreira dupla, através de tutorias e ambientes virtuais de aprendizagem para percursos de educação de estudantes atletas no ensino superior, ajustados e flexíveis à sua carreira”, referiu Joaquim Barreto.

Acompanhado pelos candidatos Nelson Felgueiras e Eduarda Lopes, Barreto aproveitou a reunião para apresentar os quatro grandes objectivos do PS para o Ensino Superior: “democratizar o acesso ao ensino superior, combater o abandono, trabalhar na diversidade da oferta formativa e fortalecer a relação da academia com o exterior”.

Acrescentou que “aumentar o número de diplomados continua a ser um desígnio nacional para o qual o PS tem trabalhado, mas para o qual reconhece ser preciso mais do que um mandato, de modo a recuperar o atraso de muitos anos”.