AUTÁRQUICAS

AUTÁRQUICAS -

PSD/Braga desafia Ministro da Educação a resolver problema da escola D. Frei Caetano Brandão

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O PSD/Braga desafiou, esta terça-feira, o Ministro da Educação a “resolver a questão da Escola Frei Caetano Brandão para os bracarenses não aumentarem a desilusão em relação ao seu Ministério: sempre faria qualquer coisinha pelo concelho, pelos alunos, professores e funcionários da escola e respectivas famílias”.

Numa nota de imprensa em que critica declarações – que classifica de “estouvadas” – de Tiago Brandão Rodrigues feitas numa acção de campanha do candidato socialista Hugo Pires, João Granja, do PSD, acusa o governo de “desconhecer as repetidas notícias que clamam pela necessidade urgente de intervenção na Escola”.

PUBLICIDADE

O Vilaverdense contactou o Gabinete do governante, mas este não quis comentar as críticas.

Numa acção de campanha em Padim da Graça, Tiago Brandão Rodrigues afirmou que “o que acontece todos os dias nas freguesias, mas acima de tudo no município, em Braga, é uma desilusão”, acrescentando que “Braga é uma desilusão na saúde e na cultura”.

HUGO PIRES INVOCA RELAÇÕES COM O GOVERNO

Os social-democratas assinalam que, “depois do candidato socialista à Câmara Municipal, Hugo Pires, ter dito que a ‘relação muito estreita’ que tem com o Governo permitiria ter um acesso facilitado à utilização de fundos europeus no PRR – extraordinária declaração proferida no debate televisivo dos candidatos à Câmara de Braga – o Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, fez um raide a Braga para participar numa acção de pré-campanha das eleições autárquicas”.

Fê-lo – prossegue João Granja – numa freguesia actualmente presidida por um socialista que, apesar disso, reconheceu muito recentemente a qualidade do trabalho desenvolvido pelo actual Executivo Municipal

CENTRO DE VACINAÇÃO FOI ÊXITO

Comentando as considerações de Tiago Brandão Rodrigues em matéria de saúde, o PSD pergunta: “desconhece que foi no Centro de Vacinação Covid-19 de Braga que se bateu o recorde de mais de três mil inoculações num só dia?”

E, prosseguindo, afirma: “Ou, ainda na saúde, desconhece que o Hospital de Braga foi considerado o melhor do país em muitos indicadores e que os bracarenses exigem – legitimamente – não menos do que isso depois de o Governo ter posto fim a uma gestão do hospital que o Tribunal de Contas considerou ter poupado dinheiro ao Orçamento de Estado e aos portugueses?”

GOVERNO SEM CULTURA

João Granja interroga-se, ainda, sobre como é possível que o Ministro fale em “desilusão na cultura”, sublinhando que é membro de um governo que “tem sido asperamente criticado pelos agentes culturais que reivindicaram na rua os apoios que tardavam e a apatia de quem tinha de ajudar na excepcional situação decorrente da pandemia? É caso para citar o velho aforismo “por quem Deus nos manda avisar”…

E contrapõe: “Desilusão na cultura na cidade criativa da UNESCO na área das Media Arts e num dos concelhos mais bem posicionados e com candidatura assumida a Capital Europeia da Cultura?”

E conclui: “Ouvir estas estouvadas afirmações fariam qualquer bracarense corar de vergonha alheia, mas vindo do Ministro da Educação é de uma gravidade sem medida”.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS