JUSTIÇA

JUSTIÇA -

Pulseira electrónica para homem que tentou agredir a mulher com barra metálica

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O Tribunal de Guimarães aplicou pulseira electrónica a um homem, de 54 anos, que foi detido pela GNR, naquele concelho, pela prática do crime de violência doméstica contra a esposa.

As medidas de coacção incluem a proibição de se aproximar da ofendida e da sua residência, num raio de 1.000 metros, e de a contactar por qualquer meio, além da obrigação de se sujeitar a tratamento da sua dependência alcoólica.

PUBLICIDADE

Está ainda proibido de deter qualquer tipo de arma branca ou de fogo.

O homem foi detido na quarta-feira. No seguimento de uma denúncia de violência doméstica, os militares da GNR, ao chegarem ao local, constataram que o suspeito apresentava fortes indícios de embriaguez, injuriando diversas vezes a sua esposa à frente do filho de ambos.

«Ao mesmo tempo, com uma barra metálica, foi possível verificar que o agressor desferia golpes em diversos bens da habitação, enquanto ameaçava de morte a vítima. Ao tentar agredir a esposa com a barra, o agressor foi impedido e detido pelos militares», refere aquela força policial.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.