CANOAGEM -

CANOAGEM - -

Ramalho com azar no Faial

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

José Ramalho não chegou às medalhas devido a um problema no kayak que o obrigou a fazer duas paragens nas portagens, mas deixou rendidas as mais de duas mil pessoas que assistiram à prova rainha do Mundial de Maratona, na praia do Faial, na Vila de Prado, em Vila Verde.

O canoísta luso andou perdido pelo 17.º lugar, a 500 metros de distância do grupo da frente, liderado pelo sul-africano Andrew Birkett, que acabaria por conquistar o ouro.

Mas o atleta português fez uma recuperação fantástica. Aos poucos foi ganhando metros ao grupo da frente e nas últimas duas voltas renascia a esperança de que Ramalho ainda poderia chegar a um lugar no pódio. No entanto, na última portagem, os três homens da frente aceleraram o andamento e o canoísta português já não teve forças para os acompanhar. Acabou em sexto e com o publico a cantar o hino nacional.

PUBLICIDADE

Classificações

K1 homens

1.º Andrew Birkett (RAS) 2.9.29m

2.º Adrián Boros (HUG) 2.9.30m

3.º Jasper Mocke (RSA) 2.9.33m

6.º José Ramalho (POR) 2.9.42m

13.º Alfredo Faria (POR) 2.12.28m

K1 mulheres

1.ª Vanda Kiszli (HUN) 2.6.16m

2.ª Sára Mihalik (HUN) 2.6.14m

3.ª Eva Barrios (ESP) 2.6.42m

C1 homens

1.º Manuel Campos (ESP) 2.7.31m

2.º Manuel Garrido (ESP) 2.7.40m

3.º Ádám Dóczé (HUN) 2.8.05m

5.º Nuno Barros (POR) 2.11.23m

9.º Rui Lacerda 2.15.16m

C1 mulheres

1.ª Liudmyla Babak  (UKR) 1.24.27m

2.ª Zsófia Kisbán (HUNG) 1.26.05m

3.ª Marine Sansinena (FRA) 1.28.43

12.ª Ana Afonso (POR) 1.37.22m

13.ª Rita Nascimento (POR) 1.39.08m

 

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS