JUSTIÇA –

JUSTIÇA – -

Reincidiu no crime de violência doméstica e o Tribunal impôs-lhe uma pulseira electrónica

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Tem 44 anos, é homem e vive nos arredores de Braga. Estava já condenado, em tribunal, com pena suspensa, pelo crime de violência doméstica. Na sexta-feira, voltou a agredir a companheira, de quem está divorciado, mas com quem voltou a viver, depois de reatar a relação, nos últimos meses.

O NIC de Braga da GNR – secção de violência doméstica de Prado, Vila Verde – deteve-o, com mandado judicial e, depois de o ouvir, o Tribunal de Instrução de Braga proibiu-o de continuar a morar na casa da companheira, e de contactar com ela, quer pessoal, quer telefonicamente.

PUBLICIDADE

Impôs-lhe, ainda, a obrigatoriedade de transporte de uma pulseira electrónica, de modo a que seja possível às autoridades detectar qualquer eventual cumprimento das medidas de coacção. O inquérito estava em curso no DIAP/Braga há vários meses, desde que as agressões recomeçaram.

Se não cumprir as medidas de coacção, vai para o regime de prisão preventiva.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS