LUTO (País)

LUTO (País) -

Reitor lamenta morte de Joana Marques Vidal, presidente do Conselho Geral da Universidade do Minho

O reitor da Universidade do Minho, Rui Vieira de Castro, lamentou esta terça-feira o falecimento de Joana Marques Vidal, presidente do Conselho Geral da Universidade do Minho.

Numa mensagem endereçada à comunidade académica, Rui Vieira de Castro elogia a “grande disponibilidade e compromisso, isenção e equilíbrio, sempre com elevadíssimo sentido institucional, de Joana Marques Vidal enquanto presidente do Conselho Geral”, cargo que desempenhava desde Maio de 2021.

O reitor da instituição minhota considera que “a Universidade perde um dos seus membros ilustres”.

“A Universidade fica-lhe largamente devedora do trabalho que entre nós desenvolveu a partir do momento em que, como costumava dizer, passou “a ser da Universidade do Minho”, afirma, salientando que também “o país perde uma cidadã íntegra e interventiva, perde uma voz que, nos tempos difíceis que são os nossos, certamente nos fará muita falta”.

A ex-PGR morreu, esta terça-feira, no Hospital de São João, no Porto, onde se encontrava em coma há várias semanas.

COMUNICADO NA ÍNTEGRA

Cumpre-me o dever, doloroso, de partilhar com a nossa comunidade universitária a notícia do falecimento da Senhora Presidente do Conselho Geral da Universidade, Doutora Joana Marques Vidal.

A Doutora Joana Marques Vidal de há muito que colaborava com a Universidade do Minho. Essa colaboração ganhou uma nova expressão a partir do momento em que, em Maio de 2021, assumiu as funções de Presidente do Conselho Geral, cargo que desempenhou, como é por todos reconhecido, com grande disponibilidade e compromisso, com isenção e equilíbrio, sempre com elevadíssimo sentido institucional.

A Universidade fica-lhe largamente devedora do trabalho que entre nós desenvolveu a partir do momento em que, como costumava dizer, passou “a ser da Universidade do Minho”.

A Universidade perde um dos seus membros ilustres. O País perde uma cidadã íntegra e interventiva, perde uma voz que, nos tempos difíceis que são os nossos, certamente nos fará muita falta.

A Universidade do Minho, recordando com profundo afecto a sua presença entre nós, apresenta aos familiares e amigos da Doutora Joana Marques Vidal as suas mais sentidas condolências.”

ovilaverdense@gmail.com

 Legenda: Joana Marques Vidal na cerimónia solene dos 50 anos da UMinho /Foto Nuno Gonçalves

 

 

Partilhe este artigo no Facebook
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE