HABITAÇÃO

HABITAÇÃO -

Rendas das casas em Portugal estabilizam em maio pela 3ª vez este ano

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Os preços das casas para arrendar em Portugal subiram 0,1% em maio face ao mês anterior. Segundo o índice de preços do idealista, arrendar casa tinha um custo de 16,1 euros por metro quadrado (euros/m2) no final do mês de maio deste ano, tendo em conta o valor mediano. Esta é a terceira vez este ano que as rendas das casas se mantêm estáveis. Já em relação à variação trimestral, a subida foi de 1,9% e a anual de 14,4%.

Viana aumentou e Braga estabilizou

O preço das casas parar arrendar em maio desceu em Viseu (-8%), Coimbra (-4,6%), Setúbal (-1,6%) e Évora (-0,9%). Por outro lado, os preços aumentaram no Funchal (5,7%), Aveiro (2,4%), Santarém (2,3%), Castelo Branco (1,5%), Leiria (0,8%) e Viana do Castelo (0,7%). Já no Porto (0,2%), Faro (0,2%), Braga (-0,4%) e Lisboa (-0,5%), os preços mantiveram-se estáveis nesse período.

Braga entre as mais económicas do País

Lisboa continua a ser a cidade onde é mais caro arrendar casa: 21,5 euros/m2. Porto (17,4 euros/m2) e Funchal (14,6 euros/m2) ocupam o segundo e terceiro lugares, respetivamente. Seguem-se Faro (12,9 euros/m2), Aveiro (12 euros/m2), Setúbal (12 euros/m2), Évora (11,1 euros/m2) e Coimbra (11 euros/m2). Já as cidades mais económicas são Castelo Branco (6,8 euros/m2), Viseu (7,2 euros/m2), Leiria (8,1 euros/m2), Santarém (8,3 euros/m2), Viana do Castelo (8,4 euros/m2) e Braga (9,2 euros/m2).

Distritos/Ilhas

Dos 17 distritos e ilhas analisados, os preços em maio desceram em Viseu (-3,9%), Castelo Branco (-3,6%), Vila Real (-3,4%), Évora (-3,3%), Braga (-2,8%) e Coimbra (-2,1%).

Por outro lado, os preços subiram em Portalegre (6,7%), ilha da Madeira (2,8%), Viana do Castelo (2,8%), Setúbal (1,9%), Santarém (1,3%), Porto (1%) e Aveiro (0,7%). Já em Beja (0,5%), Leiria (0,1%), Faro (0,1%), Lisboa (-0,3%) os preços mantiveram-se estáveis nesse período.

De referir que o ranking dos distritos mais caros para arrendar casa é liderado por Lisboa (19,8 euros/m2), seguido pelo Porto (15,4 euros/m2), ilha da Madeira (14,2 euros/m2), Faro (13,6 euros/m2), Setúbal (12,8 euros/m2), Coimbra (10,5 euros/m2), Beja (10 euros/m2), Aveiro (9,8 euros/m2), Évora (9,7 euros/m2), Leiria (9,2 euros/m2), Braga (9,2 euros/m2) e Viana do Castelo (8,5 euros/m2).

Os preços mais económicos encontram-se em Vila Real (5,7 euros/m2), Portalegre (6,6 euros/m2), Viseu (6,9 euros/m2), Castelo Branco (7 euros/m2) e Santarém (7,9 euros/m2).

Regiões

Durante o mês de maio, os preços das casas para arrendar subiram em quatro regiões do país. A liderar as subidas encontra-se a Região Autónoma dos Açores (6,8%), seguida pela Região Autónoma da Madeira (2,9%), Alentejo (0,7%) e Norte (0,6%). Já no Algarve (0,1%) e na Grande Lisboa (-0,1%), os preços estabilizaram. Por outro lado, os preços desceram no Centro (-0,7%)

A Área Metropolitana de Lisboa, com 19,1 euros/m2, continua a ser a região mais cara, seguida pela Região Autónoma da Madeira (14,1 euros/m2), Norte (14 euros/m2) e Algarve (13,6 euros/m2). Do lado oposto da tabela encontram-se o Centro (9,2 euros/m2), a Região Autónoma dos Açores (9,8 euros/m2) e o Alentejo (10,3 euros/m2) que são as regiões mais baratas.

ovilaverdense@gmail.com

 

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
3€ / mês

* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 36€ / ano.