POLÍTICA –

POLÍTICA – -

Rui Rio acusa Governo de «irresponsabilidade» no caso das 35 horas na Saúde

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O presidente do PSD, Rui Rio, acusou este sábado o executivo de António Costa de «irresponsabilidade» na aplicação das 35 horas semanais na função pública, nomeadamente no sector da Saúde, «que decorre da negociação política com o PCP e com o Bloco de Esquerda, que não é viável».

À margem da comemoração do 44º aniversário da JSD, que decorre na Praia Fluvial do Faial, na Vila de Prado, Rio disse que «baixar das 40 horas para as 35, sem ter capacidade de resposta, faz com que esteja muita gente a sofrer nos hospitais portugueses».

PUBLICIDADE

«É o símbolo da grande irresponsabilidade de quem, para ser simpático e conseguir votação no Parlamento para ser Governo, acabou a dar aquilo que não podia dar, umas vezes porque não tem dinheiro e outras porque não tem serviços com capacidade para dar resposta», apontou.

Sobre o próximo Orçamento de Estado, o líder do PSD negou que o partido esteja dividido e sublinhou que «as pessoas têm a liberdade de pensar como muito bem entendem», assegurando que os social-democratas só terão uma posição oficial quando a proposta for apresentada.

«Eu não sou a favor nem contra aquilo que desconheço. Só sou a favor ou contra aquilo que conheço. A proposta de Orçamento de Estado 2019 ainda nem existe. Como é que posso dizer se sou a favor ou contra uma coisa que desconheço em absoluto e que não existe? Recuso-me a fazer política nesses termos», frisou.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS