DESTAQUE (Região): S. João de Braga promete 2 milhões de sanjaoninos em 11 dias de festa

DESTAQUE (Região):
S. João de Braga promete 2 milhões de sanjaoninos em 11 dias de festa

Firmino Marques, no seu baptismo à frente da Associação de Festas de S. João de Braga, não faz por menos. O também vice-presidente da autarquia bracarense quer ‘bater’ o recorde do 2018, quando, entre locais e forasteiros, foram cerca de 1.200 mil as pessoas que escolheram a “maior festa popular de Portugal” para celebrarem o Santo Popular.


A tradição ainda é o que era. Assim, o programa das festas, que decorrem entre 14 e 24 de Junho, mantém no essencial o que faz do S. João de Braga “uma festa que conquista os turistas que nos visitam a cidade que foi eleita este ano o segundo melhor destino europeu”.

Mas também há novidades. A principal é o desaparecimento do ‘Encontro de Joões’, substituído por ‘Todos ao Bombo’, um despique de bombos que agitará o recato habitual do largo de S. João do Souto, o coração do S. João de Braga. Baptizado de ‘Praça do Artesão’, o local recebe também encontros de cavaquinhos – “Braga é a capital do cavaquinho”, frisa Marques -, e braguesas que prometem estar por “todo o lado”, de cafés, a centros comerciais, à estação da CP e até no Bom Jesus.

PUBLICIDADE

Vítor Rodrigues, Toy, Daniel Pereira Cristo, Agir e Anselmo Ralph asseguram os espectáculos.

O programa das festas inclui 150 iniciativas, 270 horas de programação, 8 cortejos e 9 exposições, Ao todo estão envolvidos milhares de voluntários e cerca de 360 entidades.