VILA VERDE

VILA VERDE -

«Saber estar à altura da história que outros construíram»

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O Município de Vila Verde assinalou, este domingo, o 166º aniversário da fundação do Concelho, através de uma cerimónia que decorreu ao longo da tarde no Centro de Artes e Cultura de Vila Verde. Na abertura da sessão, a presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Júlia Fernandes, sublinhou que Vila Verde «cresceu a pulso, alicerçado na força das suas raízes, na riqueza das tradições e, consequentemente, numa identidade muito vincada própria das suas gentes».
Para a autarca, é preciso «saber estar à altura da história que outros construíram».

«Com a nossa capacidade de sonhar, voluntarismo, energia, conhecimento e experiência, sejamos capazes de construir um território coeso e desenvolvido, moderno e competitivo, justo, solidário e inclusivo», frisou.

A cerimónia foi animada com diversos momentos musicais interpretados por vários artistas e pela Orquestra da Academia de Música de Vila Verde.

PUBLICIDADE

MEDALHA DO CONCELHO E MEDALHA DE MÉRITO MUNICIPAL EM OURO

O momento alto da sessão chegou com as atribuições e homenagens às diversas instituições e personalidades concelhias.

Com a Medalha do Concelho de Vila Verde foram agraciados António Vilela, ex-presidente da Câmara, João Lobo, ex-presidente da Assembleia Municipal e José da Mota Alves, presidente da ATAHCA. De seguida foi a vez do fotojornalista Alfredo Cunha ser distinguido com a Medalha de Mérito Municipal em ouro e ainda as seguintes instituições: Rancho Típico e Infantil de Vila Verde, Grupo Folclórico das Lavradeiras de Parada de Gatim e Grupo Folclórico das Lavradeiras de Escariz S. Mamede.

MEDALHA DE MÉRITO MUNICIPAL EM PRATA

Com a Medalha de Mérito Municipal em prata foram distinguidos Júlio Esteves Dias, Idílio Nunes, Salvador Sousa, Horácio Lima, Custódia Maria Pereira e os sacerdotes Manuel Cunha Rodrigues, Joaquim Faria Pereira e Francisco da Costa e Silva.

Também alguns presidentes de Junta foram distinguidos – em funções no ano de 2021 e com mais de 20 anos de autarca no poder local ininterruptos – os quais, Carlos Machado (Ribeira do Neiva), Carlos Ferraz (UF Sande, Vilarinho, Barros e Gomide) e José Faria (Vila Verde e Barbudo).

As instituições condecoradas com a Medalha de Mérito Municipal em prata foram: Escola de Música da Vila de Prado, Rancho Folclórico Infantil e Juvenil da Vila de Pico de Regalados, Rancho Típico das Lavradeiras de Aboim da Nóbrega e Associação Juvenil, Desportiva, Recreativa e Cultural de Atiães.

Como «reconhecimento da missão social desempenhada através da actividade económica no concelho», foram ainda premiadas com a Medalha de Mérito Municipal em Prata as empresas Torre de Gomariz, Restaurante Torres, Lactimercados, Vinhos Vale do Homem e Cerveja Letra.

Os desportistas condecorados com a Medalha de Mérito Municipal em prata foram Nuno Freitas (enduro), Diogo Correia (automobilismo) e Paulo Mesquita (atletismo).

FUNCIONÁRIOS DO MUNICÍPIO DISTINGUIDOS

A cerimónia dos 166 anos do concelho não terminou sem antes distinguir vários funcionários do município com mais de 25 anos de serviço (Medalha de Bons Serviços em prata) e mais de 15 anos de serviço (Medalha de Bons Serviços em cobre).

 

Mais desenvolvimentos na edição impressa de Novembro de 2021.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.