REGIÃO

REGIÃO -

“Se não fizermos nada vamos continuar a perpetuar a desigualdade de género”, avisa coordenadora da NATO em Viana

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

 “Se não fizermos nada vamos continuar a perpetuar as desigualdades de género”, alertou, esta sexta-feira, em Viana do Castelo, a tenente-coronel Diana Morais, coordenadora do Gabinete da Igualdade do Ministério da Defesa Nacional e Chair Committee on Gender Perspetives da NATO.

A militar, natural de Viana do Castelo, falava na sessão comemorativa do Dia Internacional das Mulheres e Raparigas na Ciência, que decorreu na Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG) do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC).

Às alunas do 9.º ano ao 12.º ano das escolas parceiras do projecto PRR-BAITS-IPVC, deixou um primeiro conselho: as raparigas e mulheres que não escolherem as áreas da tecnologia e da informação “terão o futuro condicionado”.

PUBLICIDADE

Dirigindo-se de novo às estudantes, Diana Morais avisou que “é preciso agir”.

“Se não fizermos nada vamos continuar a perpetuar as desigualdades de género”, afirmou.

“Não podemos ser aquilo que não vemos. Nós podemos fazer tudo o que quisermos ser. Somos capazes de tudo, só temos que ter confiança”, desafiou a tenente-coronel, admitindo que “é preciso mudar mentalidades”, acrescentando que a estratégia de comunicação, educação e formação, mentoria, sponsorship, role models e medidas de âmbito da conciliação têm que ser tidas em conta em todas as empresas e instituições.

Durante a palestra, Diana Morais falou ainda sobre a actividade nos dois comités que integra e o que a levou a decidir o seu percurso académico e profissional. No encontro, partilhou com os estudantes presentes os desafios que enfrentou com as suas escolhas vocacionais e profissionais e deixou sugestões que considera importantes para as questões da promoção da igualdade de género nas escolas. Os desafios como mulher, na conciliação da vida profissional, familiar e pessoal também foram tema de debate.

Esta sessão, que esteve integrada no programa Alto-Minho Ser + Igual- promoção da Igualdade nas Escolhas Vocacionaiscontou com a presença de estudantes e diplomados do IPVC e estudantes do 9.ºano ao 12.ºano de escolas parceiras do projecto PRR-BAITS-IPVC (Agrupamento de Escolas de Monserrate, EPRAMI, ETAP, EPRALIMA).

 

LEGENDA: Tenente-coronel Diana Morais

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.