CRIME -

CRIME - -

Sete anos de prisão para homem que furtava por esticão em Braga

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Sete anos e cinco meses de prisão. Foi esta a pena aplicada pelo Tribunal de Braga a um homem de 32 anos que praticou dezenas de furtos, a maioria a pessoas, pelo método de esticão.

Sérgio André Aguiar, de Fraião, Braga, tinha já 14 condenações judiciais por prática deste e doutros crimes, pelo que o colectivo de juízes decidiu aplicar-lhe esta pena, em cúmulo jurídico.

O cúmulo corresponde a uma primeira pena de dois anos e seis meses por ter agarrado, por trás, em pleno dia, um transeunte que seguia na Rua dos Congregados, levando-lhe o “tablet” que transportava, no valor de 500 euros.

PUBLICIDADE

Reporta-se, ainda, a uma pena de seis anos de cadeia por ter, também em Janeiro de 2016, roubado a carteira na Rua da Fábrica Social Bracarense a um cidadão que ali circulava. Quando este tentou reaver a carteira, o larápio puxou de uma faca e encostou-lha à barriga.

No mês seguinte, perseguiu outra vítima, após esta ter levantado dinheiro no multibanco e exigiu-lhe dinheiro, deitando-lhe a mão à carteira. O transeunte deu-lhe, então, cinco euros e quando o ladrão os metia ao bolso, distraindo-se, conseguiu fugir a correr.

Neste processo, praticou, ainda, quatro outros crimes idênticos. O arguido é toxicodependente, pelo que vai agora sujeitar-se a tratamento médico na prisão.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS