RALLY DE PORTUGAL

RALLY DE PORTUGAL -

Thierry Neuville estreia-se a vencer em Portugal

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O piloto belga da Hyundai, construtor que também ganha pela primeira vez a prova organizada pelo ACP, é o grande triunfador da sexta ronda do Campeonato do Mundo, depois de quatro dias de competição marcados por vários momentos de emoções fortes ou a liderança da prova não tivesse alternado entre cinco pilotos: Tanak, Paddon, Sordo e Meeke.


Neuville foi o último a assumir o primeiro lugar, no final da sétima das 20 classificativas do rali, na sexta-feira, ainda antes da Porto Street Stage, para não mais abandonar. Pode dizer-se que passou praticamente ao lado das dificuldades, ao contrário da concorrência, e sai de Portugal na liderança do campeonato, tanto mais que a saída de estrada de Ogier logo no primeiro dia de prova liquidou de imediato as aspirações do piloto da Ford.Sebastien Ogier ainda tinha esperanças de somar alguns pontos na Power Stage, disputada esta manhã em Fafe, mas acabaria por ficar a zero num rali para esquecer, já que se o mais rápido em Fafe 2 foi Lappi (5 pontos), ao ser o segundo mais veloz na última classificativa do rali, Neuville ainda arrecadou 4 pontos extra, com Suninen (2) e Evans (1), ambos em Ford, a aumentarem também o seu pecúlio.

Se a nível do Campeonato de Pilotos Thierry Neuville realizou uma excelente operação em Portugal, ao amealhar 29 pontos (juntou os 25 da vitória aos 4 do segundo tempo na Power Stage) e saltar para a liderança do Mundial, enquanto que no tocante aos Construtores a M-Sport sai de Matosinhos como a grande ganhadora.

PUBLICIDADE

O segundo lugar de Elfyn Evans e o terceiro de Teemu Suninen permitem à equipa ficar mais perto da Hyundai no campeonato, numa jornada modesta tanto para a Citroen como para a Toyota, que chegava a esta sexta prova da temporada animada por um triunfo incontestado de Ott Tanak na Argentina.

No WRC2, o campeão em título Pontus Tidemand (Skoda) somou em Portugal o seu terceiro sucesso da temporada, na frente do polaco Lukask Pieniazek (Skoda) e do francês Stephane Lefebvre (Citroen).

Armindo Araújo (Hyundai), vencedor neste Vodafone Rally de Portugal da etapa portuguesa, concluída ao final da manhã de sábado (PEC 12), do Campeonato Nacional, decidiu completar o rali e terminou como melhor piloto português (14º lugar absoluto), com pouco menos de dois minutos de vantagem sobre Miguel Barbosa (Skoda).

Com Carlos Mateus Costa

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS