BRAGA –

BRAGA – -

Transportes Urbanos de Braga batem barreira dos 12,4 milhões de passageiros

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Pelo sexto ano consecutivo, os Transportes Urbanos de Braga (TUB) apresentaram resultados positivos, com um aumento de 6,22% da receita e um crescimento de clientes de 3,99%, tendo mesmo ultrapassado a barreira dos 12 milhões e 400 mil de passageiros transportados em 2019.

Segundo a transportadora municipal, com o congelamento de tarifários desde 2014, a empresa fechou o ano transacto com uma receita total superior a 7,2 milhões de euros, resultante do aumento da venda de títulos em cerca de 6,5 milhões de euros (mais 4,66%) e do incremento do aluguer de viaturas que superou os 722 mil euros (mais 22.86%) face ao ano anterior.

Ainda de acordo com os TUB, o ano de 2019 fechou o ano com um resultado líquido positivo superior a 153 mil euros, percorreram 6,1 milhões de quilómetros, tendo prestado mais de 399 mil horas de serviço público e em 64 dias do ano passado ultrapassaram mesmo os 50 mil passageiros transportados num só dia.

PUBLICIDADE

“Os TUB são um exemplo a nível nacional ao apresentar um crescimento contínuo e sustentado ao longo dos últimos seis anos”, afirmou esta quarta-feira Ricardo Rio, durante a sessão de apresentação dos resultados dos TUB referente ao ano passado.

“Esta empresa tem feito um percurso verdadeiramente notável no sector que se traduz, ano após ano, no aumento do número de passageiros, no aumento de receita, na redução de custos de operação e manutenção e nos números excepcionais no desempenho e cumprimento das obrigações sem que, para isso, seja necessário penalizar os utilizadores com aumento de tarifários”, acrescentou o presidente da Câmara.

Lembrando que estes números “não aparecem por milagre”, Ricardo Rio elogiou a “dinâmica e o empenho” da administração dos TUB e de todos os seus colaboradores na “interacção do seu serviço com a sociedade, empenhando-se sempre em responder de forma cabal às reais necessidades dos cidadãos”.

Nesta apresentação dos resultados, que esteve a cargo de Teotónio dos Santos, administrador dos TUB, Ricardo Rio deu conta de um “factor diferenciador e bem demonstrativo dessa constante preocupação de ligação” entre empresa com o quotidiano da cidade. “A linha 95 que faz a ligação entre o ‘Minho Center’ e o ‘Nova Arcada’, transportou mais de um milhão de passageiros.

Uma linha criada em 2016 e que em apenas 4 anos atingiu este número de utilizadores é a demonstração da correspondência entre o serviço prestado pela empresa às dinâmicas e necessidades concretas dos bracarenses, ajustando o seu serviço aos novos polos de vitalidade económica e a novos factores de atractividade da cidade”, vincou o autarca, garantindo que, no futuro, os TUB “vão continuar a acompanhar o desenvolvimento urbano da cidade”.

ESTACIONAMENTO

Quanto aos EUB – Estacionamentos Urbanos de Braga, a nova área de actuação dos TUB para fiscalizar o estacionamento pago à superfície, Teotónio dos Santos explicou que em 2019 foram emitidas 580 avenças para moradores, 256 para comerciantes e 10 para viaturas eléctricas.

Desde que entraram em funcionamento, os EUB registaram uma receita superior a 59 mil euros nos paquímetros, 3100 euros na aplicação ‘Via Verde Estacionar’, 240 euros na aplicação ‘iParque’ e quase 23 mil euros em pagamentos de avisos.

Com 345 colaboradores e 136 viaturas, os TUB possuem uma rede de 301 quilómetros e mais de 1860 paragens. Em 2017, os autocarros efectuaram 592.363 mil viagens, apresentando uma taxa de serviços efectuados na ordem dos 99.91%.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS