EDIÇÃO IMPRESSA -
Três arguidos por corrupção nas cartas de condução recorrem para o Constitucional

Três arguidos do mega-processo de corrupção nas cartas de condução recorreram para o Tribunal Constitucional das penas de prisão efectiva a que foram condenados em Braga e confirmadas pelo Tribunal da Relação de Guimarães.

Mais desenvolvimentos na edição impressa de Março, nas bancas.

PUBLICIDADE