JUSTIÇA

JUSTIÇA -

Tribunal de Braga julga trio de jovens que furtou carro em Vila Verde

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

São três homens, que vivem no Porto. Em Julho de 2020, acordaram entre eles ir a Vila Verde para furtar carros. Vão ser julgados por furto qualificado e por condução sem carta.

No dia 17, meteram-se num Renault Clio, propriedade de um deles e, pelas 20h10, chegaram à Rua de Vila Nova, em Prado S. Miguel, e pararam no parque anexo ao restaurante “As Gémeas”. Toparam, de seguida, que um BMW, propriedade de José Lopes, tinha as portas abertas e as chaves de ignição na consola.

PUBLICIDADE

Dois deles, Fernando Salgado, de 23 anos, e David Silva, de 34, ficaram de vigia dentro do carro e o Luís Miguel Sousa, de 26 anos, entrou para o BMW, ligou-o e arrancou em direcção a Braga, seguido do Clio.

Minutos depois, na Estrada Nacional 101, em Palmeira, já no Concelho de Braga, uma patrulha da GNR – entretanto avisada do furto – viu-os e deu meia volta, indo em sua perseguição até à Avenida do Estádio, junto à loja Decathlon. Aí estacaram, puseram-se lado a lado na via e um deles passou para o outro carro, pela janela, uma carta de cor castanha.

Seguiram, então, passando pelo estádio e subindo a Estrada de São Martinho rumo ao centro de Braga e prosseguiram pela Estrada Nacional 201. Já na Freguesia de Real, foram interceptados pela GNR. Antes disso, haviam deitado fora o envelope castanho.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS