JUSTIÇA

JUSTIÇA -

Tribunal lê “sentença” de homem de Vila Verde que insultava e agredia a mulher

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O Tribunal Judicial de Braga lê, no dia 20, o acórdão do julgamento de um homem, de nome Jorge, de Vila Verde, de 57 anos, julgado pela prática do crime de violência doméstica, na pessoa da ex-mulher. É mais um caso de violência com origem numa situação ligada ao alcoolismo.

Conforme “O Vilaverdense” noticiou, os dois casaram-se em 2001 e têm dois filhos. Inicialmente viveram em Lomar, Braga, mas transferiram-se para Vila Verde, de onde são naturais.

A acusação do Ministério Público diz que, em 2010, tiveram uma discussão e ele deu-lhe um soco na cara, pondo-a de «olho negro». Acrescenta que, ao longo dos anos, o comportamento do arguido se agravou tornando-se “obsessivo” e com atos de controle da vida dela.

PUBLICIDADE

A certa altura, e depois de lhe ter atirado com um prato, a vítima apresentou queixa dele na GNR vilaverdense. Apesar disso, ele ameaçou-a que a iria procurar ao trabalho, supostamente para a agredir.

INSULTOS

Já em 2021, e alcoolizado, chamou-lhe p… e vaca e ameaçou que lhe dava um murro. Mais tarde, e também sob a ingestão de álcool, pôs-se aos murros e aos pontapés nas portas, obrigando-a a refugiar-se num quarto cuja porta trancou. A filha chamou a GNR, que deslocou uma patrulha com dois militares ao local, que foram recebidos com insultos. Nesse entretanto, continuou a ameaçá-la, aos gritos, dizendo que a “ia matar”.

Avisado pelos Guardas de que ia ser detido e algemado, tentou dar uma cabeçada e um murro num deles e empurrou o outro levando-a a cair ao chão.

Vai ser, agora, julgado por um crime de violência doméstica, outro de resistência e coação sobre funcionário e dois de injúria agravada.

A ex-companheira pede-lhe dois mil euros de indemnização.

No processo, consta que o Tribunal perguntou, recentemente, à vítima se ele a continuava a importunar, tendo esta respondido que não, isto apesar de ele trabalhar na garagem do prédio onde ambos habitavam.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.