VILA VERDE –

VILA VERDE – -

Tribunal voltou a adiar “sentença” de homem de Vila Verde julgado por violência doméstica

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O Tribunal Criminal de Braga adiou esta quinta-feira, para dia 27, a leitura do acórdão de um julgamento, em que um cidadão de Vila Verde, José Silva, responde por violência doméstica.

O adiamento, que ocorre pela segunda vez, deveu-se ao facto de o juiz titular do processo ter decidido alterar os factos de que o arguido estava acusado.

PUBLICIDADE

Conforme “O Vilaverdense/PressMinho” noticiou, o Ministério Público pediu, nas alegações finais, a condenação do arguido considerando que ficou provado em julgamento que batia e perseguia a ex-mulher, de nome Ana.

No mesmo sentido se pronunciou a jurista Mariana Agostinho, do escritório de João Magalhães, que defende a alegada vítima, a qual pediu, também, a condenação do arguido, considerando que os factos constantes da acusação conduzem à prática daquele crime.

Já a advogada de defesa, Cláudia Pinto, defendeu a absolvição, arguindo que não houve crime de violência doméstica, nem os factos invocados em julgamento são bastantes para o demonstrar.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS