REGIÃO

REGIÃO -

Trio acusado de burla informática para ‘sacar’ dinheiro de contas em Guimarães

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O Ministério Público de Guimarães acusou três arguidos de terem retirado 5.000 euros das contas bancárias de dois clientes do Montepio, através de burla informática, anunciou a Procuradoria-Geral Distrital do Porto.

Em nota publicada na sua página, aquela procuradoria refere que os arguidos são um homem e duas mulheres, acusados de um crime de acesso ilegítimo e de um crime de burla informática.

De acordo com a acusação, os arguidos acederam, em Dezembro de 2015, aos dados necessários para o acesso e movimentação, através de homebanking, das contas bancárias de dois clientes do Montepio Geral, nomeadamente número de utilizador, palavra-passe e dados do cartão matriz.

PUBLICIDADE

Na posse desses dados, acederam, em 24 de Dezembro de 2015, às contas dos referidos clientes e movimentaram-nas, transferindo 5.000 euros para outra conta titulada por uma das arguidas.

Posteriormente, esta arguida levantou da conta que titulava a quantia transferida, que foi distribuída pelos três arguidos.

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso exclusivo por
um preço único

Assine por apenas
2€ / mês
* Acesso a notícias premium e jornal digital por apenas 24€ / ano.