INVESTIMENTOS (Região)

INVESTIMENTOS (Região) -

Viana do Castelo reconverte antigo matadouro em laboratório Criativo

A obra de reabilitação do antigo matadouro de Viana do Castelo arranca até ao final do ano e prevendo-se a sua conclusão no fim de 2026, num investimento de 6,2 milhões de euros, anunciou esta terça-feira a autarquia.

A revelação foi feita numa sessão de trabalho com parceiros e peritos europeus realizada no âmbito do projecto Viana Starts, que tem a apresentação pública agendada para quarta-feira.

“Queremos que este projecto seja uma oportunidade de transformação para a cidade e o concelho”, disse o presidente da Câmara vianense na sessão que reuniu os parceiros e peritos europeus.

“O nosso sonho é pertencer à rede das 100 cidades europeias mais inteligentes e atingindo a neutralidade carbónica até 2030. O Viana Starts é um passo muito importante para podermos atingir

O projecto Viana Starts foi aprovado no âmbito do programa Iniciativas Urbanas Europeias, tem um total de investimento de 6,2 milhões de euros e é co-financiado através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) em cerca de 4,9 milhões de euros.

NOVO BAUHAUS EUROPEU

Com a empreitada de reconversão do matadouro municipal, a autarquia vai transformar o edifício “utilizando um conjunto de soluções inovadoras de eficiência energética, baixo teor de carbono e economia circular, com base nos princípios do Novo Bauhaus Europeu”.

O projecto irá criar um “laboratório criativo e comunitário, baseado no espírito da Ciência + Tecnologia + Arte, para que este seja um futuro espaço de criação”, acrescenta a autarquia minhota.

A intenção é “explorar as formas pelas quais as colaborações entre ciência, tecnologia e as artes estão a conduzir a um desenvolvimento mais sustentável em todo o mundo, com um impacto positivo na economia, no meio ambiente e na sociedade”.

De acordo com o município, pretende-se impulsionar “futuras actividades, onde cientistas locais, tecnologias de sectores locais chave, artistas, designers, tanto locais como internacionais, podem encontrar-se, trocar sinergias e co-produzir soluções inovadoras, conteúdos criativos de teor científico e artístico”.

O Viana Starts vai incluir espaços multidisciplinares de co-criação e partilha de conhecimento, “assumindo-se como um local de encontro para comunidades locais e internacionais, com o objectivo de promover o processo de criação, reflexão, discussão e exposição de soluções e ideias, a nível científico, artístico e cultural”.

O projecto é ainda co-financiado pelas Iniciativas Urbanas Europeias, iniciativa da União Europeia que promove projectos-piloto no domínio do desenvolvimento urbano sustentável.

O Viana Starts foi a única candidatura portuguesa seleccionada em 2023 pela Iniciativa Urbana Europeia – EUI, assinala a autarquia.

“Viana do Castelo pertence, assim, ao grupo restrito de 14 cidades europeias que serão o exemplo europeu na implementação de acções inovadoras para enfrentar desafios urbanos”, sublinha Luís Nobre.

ovilaverdense@gmail.com

Foto olharvianadocastelo

Partilhe este artigo no Facebook
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE