VILA VERDE –

VILA VERDE – -

Vila Verde. Álvaro Santos sugere isenção imediata do pagamento de água, saneamento e lixo

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

Share on facebook
Share on twitter

TÓPICOS

O antigo vereador da Câmara de Vila Verde Álvaro Santos deixou, esta sexta-feira, algumas sugestões à autarquia: isenção imediata do pagamento da água, saneamento e lixo; desinfecção de espaços públicos; e criação e coordenação de uma rede de apoio a idosos cidadãos debilitados.

No “Facebook”, Álvaro Santos lembra que «estamos perante uma crise sem precedentes», que arrasta para uma situação de «calamidade sanitária e para uma falência financeira de muitas famílias e empresas».

PUBLICIDADE

«Neste contexto, entendo que cada entidade deve fazer o que estiver ao seu alcance para minimizar os efeitos negativos desta pandemia. Julgo que a autarquia tem muito espaço para agir nesta fase», refere.

Leia o texto na íntegra.

«SUGESTÕES PARA A CÂMARA DE VILA VERDE: isenção imediata do pagamento da água, saneamento e lixo; desinfeção de espaços públicos; e criação e coordenação de uma rede de apoio a idosos cidadãos debilitados.

Estamos perante uma crise sem precedentes.

Esta situação arrasta-nos para uma calamidade sanitária e para uma falência financeira de muitas famílias e empresas.

Neste contexto, entendo que cada entidade deve fazer o que estiver ao seu alcance para minimizar os efeitos negativos desta pandemia.

Julgo que a autarquia tem muito espaço para agir nesta fase.

É com o intuito de ajudar que, enquanto cidadão, lanço algumas sugestões para que a autarquia, se assim o entender, reflita sobre elas e eventualmente as ponha em prática.

Assim, e por um período de tempo que se justifique, sugiro que a câmara de Vila Verde de imediato:

  1. isente, as famílias e as empresas, de pagamento de todas as taxas de água, lixo e saneamento. Esta isenção deve ter por referência os consumos médios dos últimos seis meses;
  2. proceda, em articulação com as juntas de freguesia, ao apoio a idosos e a cidadãos debilitados, nomeadamente para que estes não tenham de se expor na aquisição de bens essenciais, como sejam a alimentação, produtos de higiene ou medicamentos;
  3. reforço do apoio financeiro de recursos aos Bombeiros, IPSS e estruturas de saúde.
  4. desinfeção urgente e continuada de espaços públicos mais frequentados, com prioridade absoluta para os estacionamentos junto às estruturas de saúde, espaços dos bombeiros, proximidade das farmácias, padarias, supermercados, talhos, mercados e outros a identificar.

Estas sugestões têm como objectivo exclusivo contribuir para a reflexão e para as decisões dos nossos responsáveis políticos locais. E estou certo que muitas outras medidas podem ser sugeridas à autarquia pelos Vilaverdenses.

Nas circunstâncias que vivemos não é fácil tomar decisões e eu confio que os responsáveis políticos estão a fazer o melhor que podem e conseguem.

Por isso cada um de nós deve contribuir com o que pode, ajudando com ideias e, sobretudo, com acções.

Estamos todos no mesmo barco e só sairemos dele se formos capazes de nos apoiarmos uns aos outros nesta difícil travessia».

Share on facebook
Partilhe este artigo no Facebook
Share on twitter
Twitter
COMENTÁRIOS
OUTRAS NOTÍCIAS